O Tricolor chegou à Fortaleza para encarar o Ceará na noite deste sábado (10), mas o elenco parecia sentir as dores de não jogar em casa e acabou derrotado por 2 x 1. Muito menos inofensivo que em outras ocasiões, o Paraná tentou avançar pelo centro do campo, mas a ofensiva do Ceará era ainda mais forte.

Tanto assim foi que, aos 34 minutos do primeiro tempo, Nikão conseguiu emplacar o gol que colocaria todo o Paraná Clube em xeque. A partir desse momento, os paranistas se mostraram desestabilizados. A maior prova da falta de empenho está no desempenho de nomes como Cambará e Edson Sitta que, ao invés de se destacar, estavam escondidos. 

Segundo tempo

Para o segundo tempo, ambos os clubes chegam renovados. O Paraná volta a mostrar garra, tanto que, aos 22 minutos do segundo tempo, Giancarlo conseguiu aproveitar uma pequena confusão na área do Ceará e balançar a rede do adversário. 

Mas com todas as oportunidades e chances do Tricolor sobre o Ceará, que se mostrava resignado por arrancar apenas um empate em casa, quem conseguiu acabar com o placar igualado foi Magno Alves, a dois minutos do final do jogo. O ídolo do time nordestino subiu no meio de dois paranistas e conseguiu balançar a rede de marcos.