Num momento de transição, o Paraná Clube segue a rotina. Hoje, contra o Marília – às 16h, no Durival Britto -, o técnico Paulo Comelli promove mais uma estréia. A bola da vez é o jovem atacante Éder, que veio do Flamengo, na transação envolvendo Éverton.

Na teoria, o Tricolor terá uma postura bastante ofensiva, com três jogadores de frente. Éder se une a Ricardinho e Leonardo para aumentar o poder de fogo do time, que corre atrás de sua sexta vitória na Série B.

Paulo Comelli decidiu lançar Éder na vaga deixada por Gláucio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A formação teria sido trabalhada no coletivo “secreto” de quinta-feira.

“O Éder e o Ricardinho vão se revezar na ocupação do meio-de-campo, com o Leonardo jogando mais à frente”, explicou o treinador. Com o dinamismo do trio, espera ocupar os espaços com eficácia, evitando que o meio-de-campo fique vulnerável.

Éder, 21 anos, impressionou nos primeiros treinos que fez, por sua mobilidade e precisão nos arremates.

O jogador foi formado nas categorias de base do Guarani, mas deixou o clube campineiro através de ação judicial. Registrado no Tombense-MG, foi para o Flamengo, onde teve poucas oportunidades.

“Estou muito feliz com essa oportunidade. Quero jogar e aqui sei que tenho a chance de fazer um grande campeonato, ajudando o Paraná a sair dessa situação difícil”, comentou o atacante, apresentado oficialmente após o treino de ontem pela manhã.

Além de Éder, o clube também apresentou os outros três jogadores que vieram do Flamengo: o volante Rômulo (21 anos), o zagueiro Fabrício (18) e o meia Camacho (18).

Todos vêm por empréstimo até o fim da temporada, para ganhar maturidade e fortalecer o grupo tricolor na luta contra a degola à Série C.

“No ano passado, ganhei a vaga de titular no Flamengo em situação parecida. O time estava em 19.º e conseguiu uma arrancada incrível. Espero repetir isso aqui”, disse Rômulo.

O volante só não teve uma seqüência no rubro-negro carioca porque sofreu uma séria lesão de joelho. Agora, recuperado, tem como objetivo conquistar uma vaga no time titular do Tricolor.

Éder é a única alteração na equipe para o jogo desta tarde. Apesar das muitas mudanças neste início de returno (onze reforços chegaram), Paulo Comelli tenta mexer pouco no time.

Uma forma de dar conjunto a essa nova equipe, apesar da seqüência intensa de jogos e do pouco tempo para trabalhar. Comelli chegou a pensar na utilização de Giuliano, mas decidiu deixar o garoto no banco de reservas.

“Ele chegou apenas na quinta à noite, de uma desgastante viagem. Além disso, não pôde participar do apronto. Mas pode aparecer durante a partida”, avisou o treinador. Giuliano foi titular da seleção sub-19 e participou de todos os jogos do torneio de L’alcudia, na Espanha.

BRASILEIRO SÉRIE B
22ª RODADA
PARANÁ CLUBE x MARÍLIA
PARANÁ

Mauro; Murilo, Daniel Marques, Leandro e Fabinho; Agenor, Pituca, Cristian e Éder; Ricardinho e Leonardo.
Técnico: Paulo Comelli.
MARÍLIA
Giovanni; Flávio, Fernando e Leandro Amaro; Chiquinho, Rafael Fefo, Altair, Ricardinho e Bruno Ribeiro; Robert e Betinho.
Técnico: Jorge Raulli.
SÚMULA
Local:
Durival Britto (Curitiba).
Horário: 16h.
Árbitro: Suelson Diógenes de França Medeiros (RN).
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC).