A base do grupo para a disputa do Campeonato Paranaense e da Copa do Brasil está praticamente definida Os últimos ajustes devem ocorrer ainda esta semana. A idéia do técnico Paulo Comelli é definir as pendências até a próxima quarta-feira.

Assim, o “novo” Paraná Clube estaria pronto para o início da pré-temporada, no dia 2 de janeiro. Nas contas do treinador, faltam ainda três peças para que ele possa curtir, enfim, suas férias.

“Optei por abrir mão de um período de descanso, para evitar incômodos futuros”, disse. Paulo Comelli deu plantão na Vila Capanema praticamente todos os dias, desde o término da Série B.

Após uma semana de avaliações e contatos, o Tricolor anunciou nada menos do que nove reforços em apenas seis dias. “Procuramos mesclar atletas experientes com algumas promessas, dentro da filosofia e do orçamento do clube”, explicou o treinador.

Com calculadora e agenda em mãos, recorreu às suas diversas fontes em todo o Brasil, atrás de jogadores que possam formar uma nova base para a temporada 2009.

“Além da qualidade técnica, levamos também em conta o caráter, o profissionalismo. Estamos formando um grupo não apenas para o estadual”, justificou.

Mesmo já olhando lá na frente, o próprio Comelli admite que o Paranaense, com início programado para 24 de janeiro, será o “laboratório” desse time, onde poderá medir potencial e sentir eventuais carências.

“É o início de um novo trabalho. E com um grupo radicalmente reformulado”, lembrou. Acreditando que o estadual permite alguns “testes”, pretende utilizar os primeiros meses do ano para testar no grupo principal alguns garotos da base, como os alas Araújo (que estava no Juventus-SP) e Wellington e os meias Vinícius e Elvis.

“Vamos mesclar jogadores experientes como o Ney, o Hernani e o Wando, com atletas mais jovens e esses meninos da base”, comentou.

Para fechar seu grupo ao menos num primeiro estágio , Paulo Comelli ainda corre atrás de três reforços.

Sua intenção é fechar nos próximos três dias com mais um zagueiro, um meia e um atacante.

A princípio, atletas com boa bagagem, que viriam para dar maior sustentação a essa nova equipe.

Nessa busca, não nega que está dando especial atenção à “camisa 10”. Giuliano está na seleção brasileira sub-20 (o sul-americano da categoria será disputado entre os dias 19 de janeiro e 9 de fevereiro, na Venezuela) e possivelmente será negociado neste período.

“Tenho uma opção para este setor, mas a transação ainda não está concluída”, afirmou Comelli.

O problema seria que esse jogador já com certa experiência e que teria disputado a Série A deste ano espera uma possível transferência para o exterior. “Já definimos tudo com ele. Se a transação para fora não for confirmada, ele estará vestindo a camisa do Paraná”, revelou Comelli, sem dar outras pistas sobre esse
meia-armador.