Marquinhos foi o autor do gol tricolor.

O Paraná Clube se reabilitou das duas derrotas recentes e garantiu um ponto decisivo para a sua classificação à Copa Sul-Americana.

O 1×1 com o Corinthians, ontem, no Pacaembu, deixou o tricolor a uma vitória da competição continental. Na última rodada, para não depender de outros resultados, o time de Saulo terá que passar pelo Vitória, no Pinheirão.

Aplicando marcação sob pressão, o Paraná Clube assumiu o domínio do jogo assim que a bola rolou. Aos 4 minutos, Caio deixou para Marquinhos e o meia bateu de fora da área para a defesa de Doni, no ângulo esquerdo. Só que um vacilo da defesa, aos 9 minutos, quase colocou a perder a estratégia armada pelo técnico Saulo de Freitas. O Corinthians partiu num contragolpe e Renato teve tranqüilidade para “cortar” Ageu e mandar a bola no canto direito de Flávio: 1×0.

Não fosse a intervenção de Doni, aos 13 minutos, Ageu empataria o jogo com um toque sutil, após cobrança de falta de Marquinhos. Pouco depois, Saulo foi obrigado a mexer no time, quando Fernandinho caiu de mau jeito e sofreu um forte trauma lombar. Éverton entrou bem e garantiu o mesmo volume de jogo pelo lado esquerdo do campo.

Como não estava fácil chegar nas trocas de passes, Marquinhos resolveu a situação de bola parada. Ele bateu forte, no canto esquerdo baixo de Doni, e empatou o jogo aos 31 minutos. No final, o tricolor ainda desperdiçou duas boas situações para definir a virada. Aos 40 minutos, Marquinhos deixou Éverton “na cara” do goleiro. Ele poderia ter rolado para Renaldo, mas chutou mal, para fora.

O segundo tempo até começou num ritmo forte. Logo no primeiro minuto, Moreno chutou cruzado e Flávio precisou se esticar todo para evitar o gol. Mas, bem postado no meio-de-campo, o tricolor “roubava” bolas com relativa facilidade e dava a sensação de que a qualquer momento faria o seu gol. Marquinhos tentou duas vezes e após tabelas com Renaldo, chutou prensado com a defesa corintiana.

O tempo foi passando e o Paraná foi perdendo a velocidade. Marquinhos já não conseguia dar ritmo ao ataque e errava muitos passes. O castigo quase veio aos 19 minutos, quando Renato ajeitou para Rogério. O chute cruzado desviou em Fernando Miguel e a bola foi pela linha de fundo. O último ataque efetivo do Paraná ocorreu aos 22 minutos. Émerson tirou a bola do meia adversário, avançou e chutou de longe, mas para fora. Com as substituições processadas por Juninho, o Corinthians ganhou consistência e no momento em que Saulo sacou Renaldo, o Paraná definitivamente abdicou do ataque e só administrou o final da partida.

CAMPEONATO BRASILEIRO

CORINTHIANS 1×1 PARANÁ CLUBE

CORINTHIANS:

Doni; Rogério, Anderson, Betão e Moreno; Fabinho, Fabrício, Vampeta (Pingo) e Renato (Robert); Jô (Dodô) e Wilson. Técnico: Juninho Fonseca.

PARANÁ:

Flávio; Valentim, Cristiano Ávalos, Ageu e Fabinho; Fernando Miguel, Émerson, Marquinhos e Fernandinho (Éverton); Caio e Renaldo (Wiliam). Técnico: Saulo de Freitas.

SÚMULA
Local:

Pacaembu (São Paulo).
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS).
Assistentes: Paulo Ricardo da Silva Conceição (RS) e Júlio César Rodrigues Santos (RS).
Renda: R$21.624,00.
Público: 2.202 (2.603).
Gols: Renato a 9? e Marquinhos a 31? do 1.º tempo.
Cartões amarelos: Wilson (Cor) e Éverton (Par).