O Paraná Clube foi até Recife para enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro, onde jogou suas últimas chances matemáticas de ainda buscar uma vaga na elite do futebol brasileiro em 2014, mas como ocorreu em várias ocasiões nesta Segundona, o Tricolor falhou no sistema defensivo e perdeu o jogo por 2 a 0.

O Paraná Clube começou o jogo melhor, se movimentando mais e se aproveitando do nervosismo do time da casa, que precisava vencer para retornar ao G4. E a situação do Tricolor parecia ter ficado ainda melhor quando Felipe Azevedo, aos 15 minutos, deixou o gramado contundido para a entrada de Camilo.

Mas foi justamente o atacante que veio do banco de reservas quem abriu o placar para o Sport. Jogada de Patric pela direita, o lateral foi ao fundo e cruzou rasteiro. A bola passou pelo goleiro Marcos e Camilo empurrou a bola para o fundo do gol paranista.

Mesmo depois do gol, o Paraná Clube se manteve equilibrado, mantendo a posse de bola e chegava com relativa facilidade na área do Leão da Ilha, mas sem poder de finalização.

Sem alterações em nenhuma das equipes no intervalo, o Paraná Clube voltou para o tudo ou nada no segundo tempo e nos primeiros minutos criou boas oportunidades para empatar, mas esbarrou novamente da falta de pontaria de seus avantes.

Mas aos 13 minutos a situação paranista parecia que ficaria, quando Magrão foi expulso, após dividir a bola com Reinaldo fora da área. O árbitro entendeu que o goleiro do Sport cometeu falta e, como era o último homem, levou o cartão vermelho.

Imediatamente, o técnico Dado Cavalvanti substituiu Reinaldo por Paulo Sérgio, na tentativa de dar mais velocidade ao ataque paranista, mas sequer teve tempo de aproveitar a vantagem de um jogador a mais.

Cinco minutos depois da expulsão do goleiro Magrão, em um contra-ataque rápido, Patric avançou livre pela direita e cruzou na área para Neto Baiano pegar de primeira e mandar a bola no ângulo superior esquerdo de Marcos, que nada pode fazer.

 

Perdendo por 2 a 0 e com um homem a mais em campo, o Paraná Clube ainda tentou diminuir o placar, mas o Sport se fechou de vez na defesa, bloqueando as tentativas do Tricolor de chegar ao gol de Saulo.

 

Fim de jogo e derrota do Paraná Clube, que está matematicamente mais um ano na Segundona do Brasileirão.