Jogando em Paranaguá na tarde deste domingo de Páscoa (31), o Paraná Clube não foi páreo para o Rio Branco, que com um gol marcado em cada tempo, venceu o jogo por 2 a 0, e deixou a zona de rebaixamento do Paranaense.

Com muitos desfalques, o Paraná Clube entrou em campo escalado com Carlinhos e J. J. Morales no ataque e com Júnior Capixaba e Dudu no meio-campo e o começo do jogo foi favorável ao time paranista.

Com boa movimentação, sobretudo pelo lado esquerdo com Carlinhos, Gilton e Júnior Capixaba, o Tricolor chegava fácil na área do time do Rio Branco, ainda que encontrasse dificuldades nas finalizações.

Contudo, depois dos minutos iniciais, o Rio Branco equilibrou o jogo e passou a ameaçar a zaga paranista, abusando das jogadas pela direita com o lateral Caimmy, que levava vantagem sobre a marcação do Tricolor, conquistando sucessivos escanteios.

E, aos 35 minutos, em mais um escanteio, o atacante Rodrigo Jesus se aproveitou do desvio da zaga do Paraná Clube e bateu de primeira para abrir o placar para o time de Paranaguá. E foi só no primeiro tempo.

No segundo tempo, o jogo ficou mais disputado no meio, com poucas chances de ambos os lados até que, aos 21 minutos, o Paraná Clube teve a chance de empatar a partida, quando Peu derrubou Gilton na área.

Pênalti marcado, mas Rubinho foi pra bola e bateu fraco, no canto esquerdo de Rodrigo Café, que defendeu sem dificuldades. E o Rio Branco mostrou que chances não devem ser desperdiçadas.

Num rápido contra-ataque, Rodrigo Jesus sai na cara de Luís Carlos que não teve outra alternativa além de derrubar o atacante do Rio Branco. Pelo pênalti cometido, o goleiro paranista foi expulso.

Na cobrança da penalidade máxima, aos 32 minutos, Marcelo Tamandaré bateu firme, deslocando o goleiro Marcos e liquidando a partida. Vitória do Rio Branco, que com o resultado e a derrota do ACP para o Cianorte, empurrou o time de Paranavaí para a zona do rebaixamento. Já o Paraná Clube, com a derrota, vai cumprir tabela no restante do campeonato.