O Paraná Clube tenta transformar a Vila Olímpica do Boqueirão em sua “nova casa” para os últimos jogos do returno do Campeonato Paranaense. O estádio Érton Coelho Queiroz foi vistoriado ontem pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar. Para recuperar o gramado da Vila Capanema para a disputa da Série B do Brasileiro, a partir de maio, o clube negocia a transferência de seus jogos contra Operário, J. Malucelli e Cianorte. “Temos até sexta-feira para fazer ajustes. Além dos laudos, dependemos da concordância da Federação Paranaense de Futebol”, lembrou o segundo vice-presidente, Luís Carlos Casagrande.

O dirigente acompanhou de perto as vistorias, entendendo que todas as solicitações podem ser cumpridas nos próximos dias. O obstáculo maior estaria na questão envolvendo a grade de programação da televisão. Nenhum desses jogos terá transmissão aberta, mas eles integram a grande do pay-per-view. Como a Vila Olímpica não dispõe de sistema de iluminação artificial, o Paraná solicitou a mudança das três partidas para o período da tarde (15h).