Para atingir a meta estabelecida durante o recesso da Série B, o Paraná Clube terá que conquistar rendimento máximo nas três próximas rodadas. Marcelo Oliveira pretendia somar 10 pontos em 5 jogos, num rendimento próximo aos 70%. Para chegar a essa marca, o Tricolor terá que vencer os três próximos jogos – Brasiliense, Náutico e Coritiba, sendo os dois últimos na Vila Capanema. “Vamos em busca desse ideal, para não perder o contato com as primeiras colocações”, justificou Marcelo Oliveira.  Na prática, o Paraná assegurou sua posição no G4 apenas pelo saldo de gols – ainda de 7 gols, apesar do deslize frente ao Icasa. Outros três clubes (Portuguesa, Bahia e Guaratinguetá) têm a mesma pontuação do representante paranaense, e mais: a distância para o 11.º colocado o Icasa é de apenas três pontos. “Está tudo muito embolado. Na verdade, apenas quatro ou cinco times estão destoando. O restante vem praticamente no mesmo embalo”, lembrou o zagueiro Alessandro Lopes.

Um quadro que faz da atual Série B a mais equilibrada dos últimos anos, sem favoritos destacados, mas com muitos candidatos ao acesso. “Fomos muito bem nos primeiros jogos e precisamos retomar aquele ritmo de vitórias. Creio que podemos resolver isso com um pouco mais de tranquilidade e capricho nas finalizações”, emendou o volante João Paulo.

De volta

O meia Elvis já está reintegrado ao elenco paranista. O jogador havia sido emprestado ao Botafogo. Fez um bom torneio pelo sub-20 da equipe carioca, na Holanda, mas mesmo assim só seria utilizado pela equipe principal no ano que vem. Além disso, foram dois meses sem receber salário algum, o que determinou o rompimento do acordo.

Elvis diz estar motivado nesse retorno à Vila Capanema e disposto a brigar por uma posição no time de Marcelo Oliveira.