Um novo diretor de futebol poderá ser apresentado ainda este ano. Márcio Villela confirmou que pretende indicar alguém para auxiliá-lo na gestão do departamento de futebol, independente da presença diária de Beto Amorim (gerente) e Rafael Zucon (supervisor).

Descartou, no entanto, a contratação de mais um profissional. “Vamos procurar alguém do clube. O cargo não é remunerado”, frisou. Mesmo tendo no currículo um mestrado em administração esportiva, Villela ressaltou que irá manter um diálogo aberto com ex-dirigentes para superar sem traumas o processo de transição entre teoria e prática.

“Me prepararei ao longo dos anos para isso. Agora, espero colocar esses ensinamentos em prática para que a gente consiga fazer com que tudo ocorra da melhor forma possível e que os objetivos sejam alcançados”, comentou.

Villela antecipou que muitos contatos já estão sendo mantidos e que os primeiros reforços podem ser anunciados antes mesmo do recesso para as festas de fim de ano. “As apresentações só ocorrerão em janeiro, mas assim que fecharmos alguma transação iremos anunciá-la”, explicou.

O vice tem reunião agendada para hoje com os demais integrantes do departamento de futebol e com a comissão técnica. Hoje à tarde, o clube confirmará a lista dos jogadores que não estarão nos planos para 2009.