O Paraná não tem olhos voltados apenas para atletas do interior paulista. O clube espera as chegadas de Lisa e Cambará, do Operário de Ponta Grossa. Outros jogadores do interior paranaense e também do futebol catarinense estariam nos planos.

A meta é atingir um grupo com aproximadamente 30 atletas, sabendo da dificuldade que impõe o Brasileiro, com 38 jogos em praticamente seis meses de competição. Porém, como algumas transações levam algum tempo, a base para a estreia não deverá ser muito diferente daquela utilizada na reta final do Paranaense.