A diretoria do Paraná Clube reviu conceitos e vai mesmo adotar o ingresso de apenas R$ 5 para o jogo de sábado. O setor normalmente destinado à torcida visitante será transformado em “geral”, com capacidade para dois mil torcedores. Apesar da notória instabilidade financeira, todos entendem que no momento o clube precisa mesmo é de incentivo e de pontos.

A ideia de reduzir os preços para esta partida começou a ser amadurecida ainda em São Paulo, pelo diretor de futebol Guto de Melo. A chegada de Paulo César Silva, com o mesmo pensamento, só deu força ao movimento, que apesar de algumas resistências foi colocado em prática. Além do setor a “cincão”, o Paraná também dá ao seu sócio-torcedor o direito de adquirir até cinco ingressos a apenas R$ 10 cada. “É hora de nos mobilizarmos. Estamos fazendo um trabalho forte junto aos jogadores e precisamos da nossa torcida para essa reação”, disse o assessor do futebol, Paulo César Silva.

Nesta Série B, o Paraná Clube só superou a casa dos dez mil pagantes no clássico frente ao Coritiba. Em outros dois jogos – contra Náutico e Vila Nova – obteve um público razoável. Mas nas outras dez partidas disputadas na Vila Capanema o público foi muito ruim. Contra Sport (1.974), Duque de Caxias (1.496) e Guaratinguetá (1.752), o Tricolor não conseguiu levar 2 mil torcedores ao estádio. Em outros cinco jogos, menos de 3 mil pagantes estiveram no Durival Britto. Números que fazem do Paraná apenas o 9.º clube na questão média de público na Série B: 3.674 por jogo.

Os ingressos para Paraná x Icasa começam a ser vendidos hoje, em todas as sedes do clube (Capanema, Kennedy, Tarumã e Boqueirão). Além das entradas promocionais, também serão comercializados os ingressos normais, que variam de R$ 30 (na Curva Norte) a R$ 60 (cadeiras). O resultado da promoção neste jogo poderá fazer com a que a diretoria estenda a campanha para outros jogos desta temporada. O Tricolor ainda jogará mais cinco vezes em casa, frente a Brasiliense, Bahia, América-MG, São Caetano e Bragantino.