Sem compromisso no meio de semana, o Paraná Clube segue na preparação para a largada da Taça Caio Júnior. O primeiro desafio é no domingo (4), a partir das 16h, contra o Cianorte, no estádio Albino Turbay. Neste começo de segundo turno, a pontuação zera e os clubes iniciam uma nova trajetória dentro da competição.

Esta “folha em branco” na vida do Tricolor marca também o início dos trabalhos do técnico Rogério Micale. Contratado para o lugar deixado por Wagner Lopes, ele aproveita a possiblilidade de treinamento contínuo para buscar um maior conhecimento sobre o elenco. “Muitas informações já me foram passadas pelos profissionais do clube. Mas, gosto de ver o atleta no campo para então traçar o meu diagnóstico do elenco”, disse o treinador paranista ao site do clube.

Movimentação

Na manhã desta terça-feira (27), o trabalho foi realizado na academia do Ninho da Gralha e coordenado pelo preparador físico Marcos Seixas, que também é novidade na comissão técnica. Praticamente todos os atletas participaram da movimentação. Jhony, Guilherme Biteco e Diego Tavares estão em período pós-cirúrgico e Luís Carlos, Matheus Pereira e Charles se recuperam de lesões. O lateral-direito Alemão, que contundiu a panturrilha, já está no período de transição.

Depois do “intensivão” na preparação física, o elenco entrou em campo para mais um trabalho tático. Aos poucos, Micale vai mostrando suas ideias e formato de jogo aos atletas e as primeiras impressões já devem aparecer na disputa do final de semana.

Antes da viagem a Cianorte, serão realizadas mais três movimentações em Curitiba. “Estamos procurando aproveitar ao máximo este tempo disponível para treinamentos. Depois, serão cinco jogos decisivos em apenas dezoito dias”, apontou Micale. O Paraná tem dois desafios fora de casa, contra Cianorte e Foz. Com o apoio da torcida, o time enenfrenta Coritiba, Cascavel e Maringá.