Só a transpiração não foi suficiente. Muito desfalcado, o Paraná Clube não conseguiu superar a líder Portuguesa e foi derrotado por 2 x 1, no Canindé. O resultado determinou a queda do Tricolor para a 7.ª colocação da Série B. Agora, o time do técnico Roberto Fonseca terá uma semana para minimizar os problemas e encarar um jogo de vida ou morte contra o Americana. O duelo será contra um concorrente direto, Na Vila Capanema, num jogo de “seis pontos”. Um revés poderá significar um perigoso distanciamento do G4.

O Paraná iniciou a partida de ontem sem cinco titulares. Uma série de lesões tirou Zé Carlos, Cris, Júnior Urso, Cambará e Welington e fez o treinador buscar uma equipe “alternativa”, com algumas improvisações. Além dos titulares, Fonseca não contava com outras opções, como Serginho e Rone Dias. O quadro preocupante foi driblado pela ótima postura tática da equipe. Com Gleidson no meio-campo e uma compactação intensa, o Tricolor “amarrou” a Lusa.

Uma postura que surpreendeu a Portuguesa. Nos primeiros minutos, o Paraná teve duas chances reais com Ricardinho. Uma delas, aos 8 minutos, ele deixou de abrir o placar ao “furar” um cruzamento de Packer. Aos poucos, a Lusa conseguiu equilibrar as ações, mas mesmo assim não penetrava na bem postada defesa paranista. Só que aos 28 minutos, a qualidade fez a diferença. Após um erro defensivo, o zagueiro Amarildo fez falta na entrada da área. Edno tocou com categoria, sobre a barreira, e o goleiro Luís Carlos nem se mexeu: 1 x 0.

O Paraná iniciou o segundo tempo desatento e aos 5 minutos Cleiton bateu duas vezes para marcar o segundo da Lusa. Sem mais nada a perder, Roberto Fonseca trocou o ataque e se lançou à frente. Borebi, aos 23, só não diminuiu porque Weverton fez grande defesa. Pouco depois, Jefferson Maranhão colocou “pilha” no jogo. Aos 38, ele tabelou com Packer, contou com o escorregão do zagueiro e na cara de Weverton fez o gol tricolor. O time lutou até o fim, mas esbarrou numa defesa bem organizada e num time tecnicamente superior. A Lusa agora tem 11 pontos de vantagem sobre o Tricolor – 7.º colocado, com 31 pontos.

Ficha técnica

Série B – 2.º turno – 2.ª rodada

Portuguesa
Weverton; Luís Ricardo, Rogério, Mateus (Leandro Silva,
no intervalo) e Raí; Guilherme, Boquita, Marco Antônio e Ananias (Henrique, 29 do 2.º); Edno e Lucas Gaúcho (Cleiton, 42 do 1.º). Técnico: Jorginho

Paraná
Luís Carlos; Marquinho, Amarildo, Brinner e Lima (Jefferson Maranhão, no intervalo); Maycon Freitas, Éverton Garroni, Gleidson e Packer; Ricardinho (Giancarlo, 10 do 2.º) e Hernane (Borebi, 21 do 2.º)
Técnico: Roberto Fonseca

Local: Canindé, em São Paulo
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal (BA) e Raimundo Carneiro de Oliveira (BA) Gols: Edno, 28 do 1.º; Cleiton, 5 e Jefferson Maranhão, 38 do 2.º
Amarelos: Luís Ricardo, Mateus, Boquita, Marquinho, Lima e Ricardinho
Expulsões: Éverton Garroni, 48 do 2.º
Público Pagante: 4.760
Renda: R$ 63.070,00