Foto: Arquivo

Marcelo Ramos já treina normalmente com o grupo do Paraná Clube.

A intertemporada será abreviada em um dia. Tudo por conta da alteração na data de estréia do Paraná Clube na Série B. O jogo frente ao Avaí – inicialmente marcado para o dia 10 – foi antecipado para 9 de maio, às 20h30, no Durival Britto.

No total, são quatro jogos programados para esta data, na abertura da segundona do campeonato brasileiro. Além do jogo na Vila Capanema, estão programados para sexta-feira as seguintes partidas: Brasiliense x Marília, Bragantino x Santo André e Barueri x Gama.

A mudança foi determinada pela Confederação Brasileira de Futebol para atender a grade de programação da tevê. Jogos fora do fim de semana, aliás, serão uma rotina para o tricolor até o fim no ano. Dos dezenove jogos do primeiro turno (o returno ainda não teve suas rodadas desmembradas pela CBF), apenas sete estão marcados para sábados. Há outros sete jogos marcados para terças e cinco serão às sextas. Assim, 63% das partidas do Paraná na primeira metade da competição serão disputadas à noite. ?É a nossa nova realidade?, comentam os atletas.

Os jogadores seguem em ritmo intenso de preparação – com treinos sempre em dois períodos – na cidade de Joinville. Não em menor proporção, a diretoria continua ?na luta?, atrás de reforços. O vice de futebol Durval Lara Ribeiro admitiu que o mercado está muito restrito e as opções escassas. ?A concorrência é grande. Por isso, só falo em nomes depois que contratos estiverem assinados e registrados?, despistou Vavá Ribeiro. O dirigente está fazendo contatos diretos com atletas e empresários no interior paulista.

A sua intenção é trazer mais seis reforços, fechando assim o grupo para o início da Série B. ?Todos viram nossas carências. No início do ano, precisamos fazer algumas apostas, diante da realidade econômica do clube e do campeonato paranaense?, explicou o dirigente. ?Agora, estamos atrás de jogadores com qualidade suficiente para resolver nossos problemas. Não vamos só encher prateleira?, avisou. Com o zagueiro Marcelo Ramos – que já treina em Joinville – e essas seis peças estaria, na visão de Vavá, pronto para começar (e bem) a caminhada de retorno à elite nacional.

O vice de futebol não falou sobre as posições carentes, mas pelo que se especula, o Paraná estaria atrás de um zagueiro, um lateral-esquerdo, dois volantes, um meia e um atacante. Com algumas transações adiantadas, o tricolor pode apresentar novidades nos próximos dias. ?Estou trabalhando com bons nomes. Alguns deles, envolvidos nas finais dos estaduais?, deixou escapar o dirigente. ?Mas, são negociações complicadas, com muitas variantes. Então, não dá para antecipar nada?, encerrou.