O Paraná cumpriu a promessa. Ontem, na Vila Capanema, jogou sem se preocupar com os adversários, venceu o Engenheiro Beltrão por 3 a 2 e garantiu seu lugar nas semifinais do Paranaense 2008. Agora, o Tricolor terá dois duelos contra o Coritiba, valendo uma vaga na decisão.

A tarde de ontem não foi nada tranqüila para a torcida paranista. O time começou o jogo em marcha lenta e levou um susto ao ver o Engenheiro fazer 1 a 0, placar que eliminava o Paraná. Mas a festa caipira durou pouco, pois Fábio Luís empatou logo depois. Joelson e Léo garantiram a virada no 2.º tempo. O time do interior descontou somente nos minutos finais.

Gols

A vitória era a única alternativa para o Engenheiro Beltrão, que mostrou não estar na Vila a passeio. Congestionando o meio-campo, anulava a equipe paranista e saia com perigo nos contra-ataques. Tática que deu resultado aos 36 minutos, quando João Paulo derrubou Kanu e o árbitro Edivaldo Elias dos Santos marcou pênalti. Carlinhos bateu com categoria e abriu o placar.

O resultado eliminava o Tricolor, que não se encontrava em campo e contou com a sorte para empatar, quatro minutos depois. Numa cobrança de falta, o volante Léo soltou um foguete. O goleiro Pontelli tentou segurar, mas soltou nos pés de Fábio Luís. Dentro da pequena área, o ?tanque? não perdoou, deixando tudo igual.

O empate era suficiente para assegurar a classificação. Mas o Paraná não estava satisfeito. O técnico Paulo Bonamigo, que já havia trocado Araújo por Rodrigo Pimpão, colocou Joelson no lugar de Cristian e o time foi outro na 2.ª etapa.

As mudanças deram resultado logo aos 4 minutos. Giuliano fez um bom lançamento para Everton, que colocou na área. Joelson, bem colocado, subiu livre e, com uma cabeçada fatal, pôs o Tricolor na frente: 2 a 1. Foi o sétimo gol do artilheiro paranista no estadual.

Mandando no jogo, o Paraná definiu a vitória aos 21. Fábio Luís partia para o gol quando foi derrubado por Danilo. Léo foi para a cobrança e, dessa vez, o ?canhão? da Vila preferiu trocar a força pela classe, batendo colocado, no cantinho: 3 a 1.

Em um lance de distração da defesa paranista, o Engenheiro ainda descontou com Carlinhos, de cabeça. Mas era tarde para tentar tirar a classificação do time da Vila. Agora, o Tricolor vai encarar o Coritiba nas semifinais. Se passar pelo rival, disputará a decisão pelo terceiro ano seguido.

CAMPEONATO PARANAENSE 2008

2.ª fase – 6.ª rodada – Grupo A

PARANÁ 3 x 2 ENGENHEIRO BELTRÃO

Paraná

Fabiano Heves; João Paulo, Nem e Luís Henrique; Araújo (Rodrigo Pimpão, 41? do 1.º), Léo, Jumar, Cristian (Joelson, intervalo) e Everton; Giuliano e Fábio Luís (Jonatas, 32? do 2.º). Técnico: Paulo Bonamigo.

Engenheiro Beltrão

Pontelli; Muriel, Danilo, Neguetti e Cleiton (Rulivan, 35? do 2.º); Diego, Eurico, Carlinhos e Safira; Eydson e Kanu (Tita, 24? do 2.º). Técnico: Cláudio Piruá.

Local: Durival Britto, em Curitiba.

Árbitro: Edivaldo Elias dos Santos.

Assistentes: Ricardo Vilar Neves e Adair Carlos Mondini.

Gols: Carlinhos (E – pênalti), aos 36?; Fábio Luís (P), aos 42? do 1.º tempo; Joelson (P), aos 4?; Léo (P), aos 21?, e Carlinhos (E), aos 41? do 2.º tempo.

Cartões amarelos: Nem, Jumar e Rodrigo Pimpão (P); Danilo, Cleiton e Diego (E).

Público pagante: 4.755.

Público total: 5.516.

Renda: R$ 57.923.

Preparação pro clássico

Que venha o Coritiba! O Paraná jogou sem pensar em qual adversário pegaria nas semifinais e não se importou em ter que encarar dois clássicos contra o Coxa. ?Time que quer ser campeão, tem que buscar sempre o primeiro lugar. Tivemos a oportunidade e fizemos isso?, ressaltou o zagueiro Nem.

Mas, se não teme o rival, o Tricolor sabe que precisa melhorar para chegar à decisão. O susto sofrido com o primeiro gol do Engenheiro Beltrão, que eliminava o Paraná, serviu de alerta. ?Eu estava no banco e fiquei preocupado?, admitiu o meia-atacante Joelson.

O mau futebol mostrado pelo Paraná no 1.º tempo, quando contou com um lance de sorte para empatar o jogo, irritou o técnico Paulo Bonamigo. ?No vestiário, ele deu uma dura na gente e o time voltou mais ligado para o 2.º tempo?, revelou o volante Léo.

Bronca que deu resultado, pois a reação na 2.ª etapa foi imediata. ?No 1.º tempo, deixamos o adversário jogar. Não pode acontecer, pois agora só faltam quatro jogos e temos que mostrar maturidade. Mas a equipe teve tranqüilidade e poder de reação para empatar logo em seguida?, avaliou Bonamigo.

Agora, o Tricolor terá uma semana inteira para se preparar para o primeiro duelo contra o Coxa. Coisa rara na Vila Capanema. ?Desde que eu cheguei, não ficamos nem uma semana sem jogar quarta e domingo. Será importante dar uma descansada e teremos tempo para recuperar os atletas?, comemorou Bona.

Na semifinal, o Paraná fará o jogo de volta em casa, mas o Coritiba tem a vantagem do empate na soma dos resultados. ?Quem estiver mais focado irá para a final?, completa Joelson. As datas das partidas serão confirmadas na tarde de hoje pela FPF.