Toledo e Paraná Clube entraram em campo no gramado do Estádio 14 de Dezembro, na tarde deste domingo (21), com um único objetivo: vencer. Para o Tricolor, o resultado positivo poderia colocar o time na terceira colocação na tabela de classificação. Já para o Porco, a vitória garantiria o time na primeira divisão, sem depender de outros resultados.

Credenciado pelos bons resultados obtidos nas últimas rodadas, o técnico paranista Marcelo Oliveira repetiu a escalação da equipe para o confronto no Oeste. Já o técnico do Porco, Rogério Perrô tinha vários desfalques em sua equipe.

Mesmo com o forte calor que fazia na cidade de Toledo, o jogo começou bastante movimentado e com poucas faltas, mas ainda assim sem muitas chances de gol. Porém, passados os primeiros 15 minutos de jogo, o Porco começou a pressionar mais, sobretudo com bolas alçadas na área tricolor.

Mas foi justamente quando o Toledo pressionava mais que o Paraná Clube abriu o placar. Jogada pelo lado esquerdo com Márcio Diogo que tocou para João Paulo que, de fora da área, mandou o sapato, batendo o goleiro Gottardi.O gol foi marcado aos 22 minutos.

O gol foi uma ducha de água fria para o Toledo, que não conseguiu mais pressionar a saída de bola do time paranista e o goleiro Juninho só foi ameaçado aos 44 minutos quando, num contra-ataque rápido do Toledo, a bola sobrou para Alemão que bateu na rede pelo lado de fora.

Com a vantagem no placar, o técnico Marcelo Oliveira mudou o Paraná Clube no intervalo sacando Everton para a entrada do zagueiro Douglas Henrique. Rogério Perrô também mexeu, sacando Fernandes para a entrada de Edson, lançando o seu time ao ataque.

O Paraná Clube voltou excessivamente recuado e pagou o preço. Aos oito minutos, numa jogada rápida, Edson cruzou na área e Anderson pegou de primeira e mandou no ângulo de Juninho. Um golaço do Toledo.

Tudo igual em Toledo e a panorâmica do jogo não mudou. O Toledo comandava as ações e o Paraná Clube se limitava a se defender e abusava da ligação direta entre a defesa e o ataque.

Na tentativa de melhorar a produção ofensiva paranista, Marcelo Oliveira sacou Márcio Diogo para a entrada de Davis e depois colocou Elvis no lugar de Edimar, mas as mudanças não surtiram efeito, pois o Toledo continuava criando oportunidades, mas falhava muito nas finalizações.

Mas as maiores emoções ficaram reservadas para o final do jogo. Aos 43 minutos, cobrança de escanteio para o Tricolor, um bate-rebate na área, até que Davis aproveitou.

O Paraná Clube já comemorava a vitória quando, aos 48 minutos, o árbitro marcou um pênalti em favor do Toledo. Leandro Bocão foi para a cobrança. Se o atacante do Porco marcasse, salvaria seu time do rebaixamento, mas Juninho, que já está se notabilizando como um grande defensor de pênaltis. garantiu a vitória paranista.

O resultado deixou o Paraná Clube na quarta colocação na tabela de classificação e rebaixou o Toledo para a segunda divisão do Paranaense. Na próxima quarta-feira, o Paraná Clube já tem o clássico contra o Coritiba, na abertura da fase final do Paranaense.