A natação do Paraná terminou as disputas com um saldo positivo nas Olimpíadas Escolares, em João Pessoa. Foram oito medalhas. Neste domingo, último dia de provas, a equipe paranaense conquistou seis medalhas, duas de ouro, duas de prata e duas de bronze. No primeiro dia já havia conquistado uma de ouro e uma de prata.

Neste domingo, o revezamento feminino 4×50 medley, com as atletas Luana Eliza, Alessandra Marchioro, Carolina Portugal e Flavia Borges, conquistou a medalha de ouro de maneira espetacular, mostrando grande talento e competência.

Alessandra Marchioro, do Colégio Dom Bosco de Curitiba, também participou de outras duas provas, conquistou o ouro nos 50 metros peito e bronze nos 50 metros livres. Flávia Borges, do CE Lysimaco Ferreira de Curitiba, ficou com a prata nos 50 metros livres.

Luana Eliza Wuderlich, também do Dom Bosco, ficou com a medalha de prata nos 100 metros costas. No masculino, Luís Felipe Nasser, do Dom Bosco, conquistou a prata nos 100 metros costas.

Tênis de mesa

Divulgação
Igor Ioghida e Danilo Toma: ouro em tênis de mesa.

O tênis de mesa do Paraná deu um show nas disputas por equipes, com a conquista da medalha de ouro no masculino e prata no feminino. No masculino, Danilo Toma e Igor Yoghida, do Colégio Universitário de Londrina, ficaram com o ouro. No feminino, Ellen Cristina Psidonik Luís e Luana Maria Ferreira, do CE Olinda Trufa de Cascavel, ficaram com a prata.

No jogo de duplas, o Paraná tentou uma reação, mas as cearenses  logo reagiram e venceram por 3×1, conquistando assim a medalha de ouro, com as paranaenses de Cascavel ficando com a prata. O bronze ficou com Amazonas.

Judô

No segundo dia de disputas na modalidade de judô em João Pessoa, o Paraná obteve mais duas de bronze. Foi a terceira conquistada pelos paranaenses. no dia anterior Ane Duarte do Colégio Rui Barbosa de Marechal Candido Rondon, já havia conquistado o bronze no superligeiro.

As medalhas foram conquistadas com Henrique da Silva, do Colégio Pirâmide do Saber de Curitiba, na categoria médio. Thiago Fernando Cerda, do Colégio Positivo de Curitiba, no meio-médio.