As datas dos confrontos com o Cobreloa foram oficializadas ontem pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O Paraná Clube faz a sua estréia na Copa Libertadores da América no dia 1.º de fevereiro – uma quinta-feira – no estádio municipal de Calama, no Chile. O jogo de volta será na semana seguinte, dia 7, na Vila Capanema.

A oficialização do Estádio Durival Britto como a ?casa? do Tricolor também na competição continental ocorrerá na próxima semana.

Ildo Nejar e outros representantes da Conmebol vêm a Curitiba no próximo dia 3 de janeiro. Estarão visitando as dependências da Vila, para a homologação do estádio, com capacidade para 20.083 torcedores, segundo recontagem feita pelo Corpo de Bombeiros e pelo Comando da Polícia Militar. ?Acredito que seja apenas uma questão burocrática, já que toda a documentação que encaminhamos à entidade atende às exigências do regulamento?, comentou o presidente José Carlos de Miranda.

O Paraná encaminhou laudos da perícia e também ofício da Federação Paranaense de Futebol. Com as datas definidas e tendo a oficialização do local do jogo, o clube deve disponibilizar com grande antecedência a venda de ingressos para um dos jogos mais importantes da história do clube. Se passar pelos chilenos – que têm ampla experiência na competição, com 12 participações – o Tricolor disputa a fase de grupos da Libertadores, numa chave que conta com Flamengo, Atlético Maracaibo (Venezuela) e Real Potosí (Bolívia).

A tabela da segunda fase também foi confirmada pela Conmebol e, eliminando o Cobreloa, o Paraná já tem seqüência de jogos definida, encarando inicialmente o Atlético Maracaibo, na Venezuela. Depois, seriam dois jogos em casa, contra Real Potosí e Flamengo.

O returno segue ordem inversa dos confrontos, com partidas fora frente aos cariocas e bolivianos, fechando a fase em Curitiba, contra os venezuelanos.

O Paraná

recebeu ontem o comunicado oficial da Conmebol sobre as datas e horários dos jogos da primeira fase. A partida no Chile, dia 1.º de fevereiro, será às 18h15 locais (às 19h15, no horário brasileiro de verão). O jogo de volta, dia 7, será às 21h45, no horário de Brasília. O superintendente de futebol Ricardo Machado Lima já tem o organograma da viagem pré-definido, pois o clube não deve aceitar a oferta que recebeu para a realização de sua preparação, em janeiro, no Chile. A delegação deve seguir para o deserto de Atacama somente na véspera do jogo, já que antes da estréia na Libertadores o clube faz cinco jogos pelo Campeonato Paranaense.

Dupla de zaga pode acertar ainda este ano

Antes do recesso para as comemorações do Ano – Novo, o Paraná Clube espera definir pelo menos três contratações para a temporada 2007. Os zagueiros Daniel Marques e Aderaldo são aguardados em Curitiba ainda esta semana para uma conversa definitiva. O impasse continua sendo questões salariais, mas houve avanços. O Tricolor também espera acertar a pendência junto ao Palmeiras, no troca-troca envolvendo o volante Pierre.

Como a transação com o meia Cristian não evoluiu – o jogador está disposto a acertar transferência para o exterior, após ter fracassado no Coritiba – o clube está de olho em outro jogador do Verdão. Nomes não são revelados, mas não se descarta a possibilidade de contar com o atacante Ricardinho, que disputou o Brasileiro pelo Grêmio. Integrantes da diretoria têm opiniões divergentes sobre o atleta e a palavra final ficará por conta do técnico Zetti.

Após passar o Natal na Argentina, o novo técnico paranista deve se reunir com a diretoria nesta semana, para discutir questões sobre o elenco – a necessidade de vários reforços, com relativa urgência – e a preparação do time para os primeiros desafios do ano: a largada do Paranaense e o primeiro obstáculo na Libertadores da América, frente ao perigoso Cobreloa, do Chile. Zetti espera contar com uma nova equipe-base o quanto antes, para poder utilizar os primeiros jogos do estadual – contra Iraty, J. Malucelli, Nacional, Toledo e Londrina – para dar ritmo e entrosamento ao time.