O técnico Otacílio Gonçalves não quer sofrer a pressão do Santos, amanhã, às 20h30, na Vila Belmiro e armou o time com três volantes. Cada um deles terá a missão de conter o ímpeto dos três principais jogadores santistas: Diego, Robinho e Elano. Para Otacílio, isso não representa um time ?demasiadamente defensivo?.    ?Sempre que joga em casa, a formação do Santos é com três atacantes, então temos que ter um homem a mais de marcação?, justificou.

O meia Alexandre, que tem características de armador, saiu para a entrada de Émerson. ?Ele marca bem, prepara e também tem chute?, elogiou o técnico. ?É o que precisamos.? O volante Sidnei retorna depois de cumprir suspensão automática, enquanto Goiano ocupa o espaço de Leandro, que sofreu estiramento muscular. Além deles, também estão voltando ao time o zagueiro Cristiano, que estava suspenso, e o atacante Márcio, recuperado de uma pancada nas costas.

O Paraná está na 24ª colocação, com três pontos em três jogos.

?Temos menos jogos, mas precisamos recuperar essas colocações?  disse o técnico. Experiente, o atacante Maurílio alerta: ?Se deixarmos distanciar demais pode ficar mais difícil.? O goleiro Marcos aposta em um bom resultado em Santos para que o time possa ter apoio do torcedor no jogo do fim de semana, em Curitiba, contra o Palmeiras. ?É um jogo importante?, acentuou.

Paraná Clube – Marcos; Luís Paulo, Cristiano, Fábio Luís e Fabinho; Sidnei, Émerson, Goiano e Ronaldo; Márcio e Maurílio.

Técnico – Otacílio Gonçalves.