Na mesma coletiva em que anunciou um pacote de ingressos para os dois próximos jogos do Tricolor na Vila Capanema, o presidente do Paraná, Aquilino Romani, falou sobre a situação do atacante Marcelo Toscano. Durante a semana, o empresário do jogador, Ruy Gel, revelou certa insatisfação do atleta em seguir no clube sem receber salário.

“Nós temos que levar em consideração que existem empresários que falam coisas que não são verdades. O atleta tem contrato com o clube e se tivermos que negociá-lo, será por um valor que seja interessante também ao clube. Não tem como segurar um jogador no clube que não esteja satisfeito e que receba um salário acima do que podemos pagar”, disse Romani.

Com esta declaração, o Paraná mantém sua postura de só negociar atletas caso a compensação financeira seja realmente vantajosa. De acordo com Ruy Gel, Toscano recebeu uma proposta do Vitória de Guimarães, equipe do futebol português, disposta a comprar 50% dos direitos do atacante por 400 mil euros, valor considerado baixo demais pela diretoria tricolor.

Ives

O volante Ives, vindo do Rio Branco e contratado durante o Campeonato Paranaense, acertou em comum acordo com a diretoria paranista e rescindiu seu contrato com o Tricolor. O jogador iniciou a Série B com titular, mas depois de algumas atuações apagadas, foi perdendo espaço na equipe.