Depois de ficar mais três jogos e 300 minutos sem marcar um gol, o Paraná quebrou o jejum com o zagueiro Anderson e venceu o Figueirense, por 1 a 0, neste sábado à tarde, na reabertura do Estádio Durival de Britto, na Vila Capanema, em Curitiba, pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Paraná vinha de um empate sem gols com o São Caetano, e derrotas para o Oeste, por 1 a 0, e Paysandu, por 2 a 0, mas agora soma sete pontos, em oitavo lugar. O Figueirense, que venceu seus três primeiros jogos, vinha de derrota para a Chapecoense, por 2 a 0, e com o novo tropeço continua com nove pontos, em quarto lugar.

A diretoria do Paraná gastou perto de R$ 500 mil pra trocar o gramado do estádio, bem como fazer uma séries de pinturas e colocar uma rede quadrada. A esperança era estreá-la com um gol.

O Paraná começou na pressão e assustou nos primeiros minutos. Aos dois, Lúcio Flávio chutou de fora de área e no alto, com o goleiro Ricardo mandando para escanteio. Na cobrança, Léo desviou de cabeça e a bola explodiu na trave direita.

Bem que o técnico Adilson Batista tentou avançar seu time, mas armado com três volantes ficou muito lá atrás. E sofreu o gol aos 23 minutos. Rubinho cobrou falta pelo lado direito em direção à área e o zagueiro Anderson, mesmo de costas, se abaixou e desviou de cabeça.

Os primeiros minutos do segundo tempo foram equilibrados, mas depois o Figueirense fez as suas três trocas que tinha direito e se abriu mais no ataque. O Paraná não soube aproveitar os espaços para contra-atacar. E, aos 35 minutos, perdeu Ronaldo Mendes, expulso por reclamação, e a partir daí preferiu ficar atrás e garantir o resultado.

Na terça-feira, pela sexta rodada, o Paraná vai enfrentar o ASA, de novo diante de sua torcida, a partir das 21h50. O Figueirense vai sair de novo, desta vez diante do Ceará, a partir das 19h30, na cidade de Horizonte (CE).

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 1 X 0 FIGUEIRENSE

PARANÁ – Luis Carlos; Roniery, Anderson, Brinner (Alex Alves) e Paulinho; Edson Sitta, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio e Rubinho (Fernando Gabriel); Léo (Ronaldo Mendes) e Paulo Sérgio. Técnico – Dado Cavalcanti.

FIGUEIRENSE – Ricardo; André Rocha, Douglas Silva, Thiego e Wellington Saci (Henrique Miranda); Ronaldo Três (Diguinho), Luan, Maylson e Botti (Pablo); Ricardinho e Rafael Costa. Técnico – Adilson Batista.

GOL – Anderson, aos 23 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Paulo Schleich Vollkopf (MS).

CARTÕES AMARELOS – Ronaldo Mendes e Roniery (Paraná); Wellington Saci, Ricardinho e Douglas Silva (Figueirense).

CARTÃO VERMELHO – Ronaldo Mendes (Paraná).

RENDA – R$ 92.220,00.

PÚBLICO – 4.568 pagantes (5.234 total).

LOCAL – Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).