A derrota sofrida para o Vila Nova por 3×2, terça-feira (11), no Serra Dourada, em Goiânia, afastou o Paraná Clube um pouco mais do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, depois de 13 jogos disputados, conquistou 17 pontos, mas ainda não encontrou o equilíbrio necessário capaz de fazer grandes jogos e, assim, se manter definitivamente na parte de cima da classificação.

Como vem acontecendo nos jogos fora de casa, o time paranista foi mais uma vez inconstante diante do Vila Nova. A equipe parece ter entrado em campo para jogar por uma bola, se defendeu demais, abdicou de atacar, mas as falhas defensivas acarretaram no revés para o time goiano. O Paraná terá agora mais um jogo fora de casa. Nesta sexta-feira (14), às 20h30, o duelo será contra o Oeste, na Arena Barueri.

“Sabemos que em jogos fora de casa, contra estes adversários, eles vão exercer a pressão no início. Infelizmente, ocorreram erros que não estamos acostumados e isso nos custou a derrota no jogo. Agora temos que tentar ver o lado positivo que foi essa busca no final do jogo para empatar”, pontuou o auxiliar-técnico Matheus Costa, que por conta da suspensão do técnico Cristian de Souza, comandou o Paraná em Goiânia.

Mais perto da zona de rebaixamento do que do G4, o Paraná Clube não terá muito tempo para se preparar para enfrentar o Oeste. O time paulista, inclusive, tem apenas um ponto a menos que o Tricolor. Por isso, segundo Matheus Costa, a partida ganha contornos de decisão, principalmente para voltar a brigar na parte de cima da classificação.

“A gente tem agora dois dias para recuperar para ter esse jogo decisivo em Barueri e temos que conscientizar eles (jogadores). Às vezes parece que temos que sofrer um gol para entender o jogo, para buscar e mostrar que temos qualidade suficiente para vencer jogos, não só em casa como também fora. Então que sirva como exemplo para a gente acreditar já desde o início e não esperar sofrer para buscar, para que já contra o Oeste a gente inicie como terminamos aqui”, reforçou Matheus Costa.

Confira a tabela completa da Série B!

Já na reta final do primeiro turno da Série B, o Paraná Clube precisa reagir e ter uma sequência maior de resultados positivos na competição nacional. Para isso, o meia-atacante Minho tem a receita. “Temos que buscar melhorar a cada dia. Nunca vamos estar bem em todos os jogos, mas não pode faltar garra e vontade”, cravou o jogador.

Com 17 pontos e 43% de aproveitamento, o Tricolor terá que melhorar seu rendimento para brigar pelo acesso. Atualmente, a distância para o Vila Nova é de seis pontos. Segundo os sites de estatísticas, apesar de a Série B não ter chegado ainda na sua metade, o time tem agora apenas 11% de chances de conseguir o acesso. Por isso, vencer o Oeste é o primeiro passo para aumentar cada vez mais a chance de sair da fila e voltar à primeira divisão em 2018.