Após a vitória histórica do Paraná Clube por 3×2 em cima do Bahia de Feira, pela Copa do Brasil, o técnico Allan Aal deixou claro que o feito ficará marcado e será contado por muitas gerações de torcedores paranistas.

O Tricolor perdia por 2×0 até os 46 minutos do segundo tempo, quando conseguiu a façanha de conquistar a virada e a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Por ter avançado, o time somou R$ 1,5 milhão aos seu cofres e agora encara o Botafogo.

O treinador avaliou como inesquecível a virada do time nos acréscimos, após a derrota parecer estar decretada.

“São situações que a gente vai contar para nossos filhos, netos e bisnetos. Futebol se escreve com vitória. Claro que não precisava ser com tanto sofrimento assim, mas representa para mim e para eles (jogadores). Até porque ao final do jogo eu quase caí porque os jogadores pularam em cima de mim. Foi um presente”, descreveu.

Ainda que com 40 anos conte com rodagem à frente de diversas equipes do interior e também tenha vivido o futebol como atleta, o técnico disse que jamais esquecerá o que se passou na partida pela competição nacional. Para ele, essa vitória representa a superação que esse grupo ainda terá ao longo desta temporada.

“Isso mexe muito comigo apesar de toda experiência que tenho. O que a gente sente é que o jogador quer dar uma resposta para torcedor, comissão, presidência, e isso representou bem essa emoção. A gente viu gente se abraçando nas arquibancadas, chorando, essa identidade vai fazer a gente superar muitas adversidades, estamos no caminho certo e as coisas tendem a melhorar em todos os sentidos”, finalizou.

+ Mais do Tricolor:

+ Cristian Toledo: emoção em estado puro na Copa do Brasil