Matematicamente rebaixado à Série B para a próxima temporada, o Paraná Clube enfrenta o América-MG, neste sábado (10), em Belo Horizonte na esperança de, pelo menos, quebrar o jejum que enfrenta. O Tricolor está sem vencer há 18 jogos no Campeonato Brasileiro. A última vitória foi no dia 22 de julho, justamente em cima do próximo adversário, o América-MG. Ou seja, já se passou um turno todo e o time paranista não conseguiu mais nenhuma vitória. Na ocasião, o Paraná fez 1×0, na Vila Capanema, com gol de Rodolfo.

Ainda que o time não tenha nenhuma perspectiva até o fim da temporada, o técnico Dado Cavalcanti quer que os atletas se doem nesses seis jogos que restam do Brasileirão. “Vale muito para o Paraná e para os jogadores de forma individual. Mostramos e conversamos com o grupo mostrando o quanto um jogo pode mudar a vida de um jogador. Já vi muitos perderem um contrato por conta de um jogo, como vi muita gente mudar de patamar por um bom jogo”, explicou o treinador.

+ Leia mais: Paraná Clube quer ter elenco de 2019 já fechado em dezembro

Sem muitas “cartas na manga”, já que não conta com peças qualificadas que possam fazer a diferença no elenco, Dado vai tentar repetir o time para, ao menos, tentar fazer com que esses atletas entrem em campo psicologicamente seguros.

“A estratégia adotada é de repetição, porque acredito muito na confiança. Nossa equipe tem uma confiança muito abalada”, detalhou. Porém, será impossível repetir em 100% a escalação do último jogo, no empate em 1×1 com o Vitória, na Vila Capanema. Isso porque o lateral Igor está suspenso. Portanto, Mansur será escalado no setor.

+ Confira a tabela e classificação do Brasileirão!

O Paraná Clube encara o América-MG com Richard; Wesley Dias, René Santos, Jesiel e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Alex Santana; Juninho, Andrey e Rafael Grampola.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!