O Paraná só venceu uma partida longe da Vila Capanema. É muito pouco para quem quer voltar à elite do futebol brasileiro. Por isso, esta noite, quando enfrenta o Vasco, em São Januário, está mais que na hora de conquistar a segundavitória fora de casa. Está certo que o Vasco é o líder da Série B, tem o melhor ataque e só perdeu uma vez jogando em seusdomínios. Então, está na hora dasegunda.

O Tricolor vem de uma vitória suada sobre o Joinville na última rodada, o que deu novo ânimo ao grupo. Foi o primeiro triunfo sob o comando do técnico Marcelo Martelotte, que sabe que vai precisar de muito futebol para superar os vascaínos.

Os cariocas estão sobrando na Série B, mas como disse o próprio treinador Jorginho, não tem jogo fácil. Para sair de São Januário com os três pontos, o Paraná precisa ser perfeito na defesa e teruma marcação implacável. Não pode dar o menor espaço para Nenê, o grande articulador do Vasco. Deixar ele pensar já é meio caminho andado para a derrota.

Outro ponto forte do Vasco que o Paraná precisa tomar cuidado são as faltas cobradas pelo zagueiro Rodrigo. Ele tem feito vários gols desta maneira, então a solução é não vacilar na entrada da área com faltas bobas.

Além disso, o Tricolor também precisa se mexer. Não basta apenas anular os pontos fortes do Vasco, tem que jogar também. As esperanças estão em Robson, que vem sendo o destaque do time nesta Segundona. Porém, a zaga tem que estar atenta e precisa segurar o melhor ataque da competição até aqui.

Então é hora da segunda. Asegundavitória fora de casa e asegundaderrota dentro de casa.