Ponto forte do Paraná Clube na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o setor defensivo errou demais e foi um dos grandes responsáveis pela derrota sofrida para o Vila Nova por 3×2, na noite de terça-feira (11), no Serra Dourada, em Goiânia. Erros e falhas que para o auxiliar-técnico do Tricolor, Matheus Costa, que comandou o time paranista diante do Tigre – Cristian de Souza estava suspenso -, precisam ser tiradas de lição para a sequência da competição nacional.

“Eu acredito que foram erros individuais e que na maneira coletiva talvez algumas peças não funcionaram como poderiam funcionar durante o primeiro tempo, que fez com que o Vila Nova conseguisse criar mais volume de jogo. Aconteceram erros e no intervalo tentamos corrigí-los, mas, infelizmente, com o terceiro gol, a gente tentou reverter esta situação, buscamos os dois gols e encerramos o jogo pressionando”, cravou.

“Em uma competição de nível equivalente, quando sofre três gols é muito difícil buscar. Mas tentamos e que isso sirva de aprendizado para os próximos jogos. Temos mais um jogo fora de casa e temos que buscar os três pontos de qualquer maneira”, emendou Costa, já projetando o duelo desta sexta-feira (14), diante do Oeste, em Barueri.

Confira a tabela completa da Série B!

O Paraná Clube não começou bem o jogo e, por conta de erros pontuais, sobretudo do zagueiro Brock, acabou sofrendo três gols antes dos 15 minutos do segundo tempo. Matheus Costa, porém, ressaltou a força da equipe para tentar o empate e os dois gols marcados foram os pontos positivos destacados pelo auxiliar.