O Paraná vai lucrar R$ 260 mil com a transferência do lateral-esquerdo Caio Henrique, 23 anos, do Atlético de Madrid para o Monaco, sacramentada nesta quarta-feira (26). A negociação foi divulgada pelo jornal espanhol As.

De acordo com a reportagem, o valor total da venda foi de oito milhões de euros (R$ 52 milhões). Por conta do mecanismo de solidariedade da Fifa – entenda abaixo -, o Tricolor leva 0,5% do valor da transferência.

Revelado pelo Santos, Caio Henrique se transferiu para o Atlético de Madrid em 2015, sem nem mesmo ter jogado pelo time profissional do Peixe.

>> Confira a tabela e classificação da Série B!

Ele retornou ao Brasil em 2018 para vestir a camisa do Paraná no Brasileirão. Foram 27 partidas pelo Tricolor e nenhum gol marcado. Na equipe, ele atuava como meio-campo e era bastante contestado pela torcida. O Paraná acabou sendo rebaixado naquela temporada.

Na sequência, Caio Henrique ainda vestiu as camisas de Fluminense e Grêmio.

Como funciona o mecanismo de solidariedade da Fifa

O mecanismo de solidariedade da Fifa proporciona 5% dos valores ao clube formador. No entanto, o valor é dividido entre os clubes pelos quais o atleta passou entre os seus 12 e 23 anos de idade.

Como o jogador passou pelo Paraná em 2018, quando tinha 21 anos, o Tricolor recebe 0,5% do investimento feito pelo Monaco – o equivalente a R$ 260 mil.

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná enfrenta o Botafogo de olho na grana e na sequência da Copa do Brasil
+ Torcida promete carreata pra apoiar o Paraná contra o Botafogo
+ Allan Aal aponta início da Série B como trunfo contra o Botafogo


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?