O zagueiro Cléber Reis, afastado por indisciplina e cortado da viagem à Salvador para o duelo diante do Vitória, no meio de semana, vai ganhar uma segunda chance no Paraná Clube. Muito também pela falta de opções para a defesa, já que Jesiel está machucado e Rayan vai cumprir suspensão. Assim, o defensor foi reintegrado ao elenco paranista e será uma das novidades do Tricolor para o duelo de seis pontos na luta contra o rebaixamento diante do América-MG, neste domingo (22), às 16h, na Vila Capanema.

“A princípio punimos o Cléber pelo ato que aconteceu, mas também temos que pensar no Paraná, não podemos punir a instituição. Temos convicções, regras, nossa forma de pensar, mas volto a falar: a instituição é maior que o Cléber, que o Micale e ela precisa ser respeitada nesse momento. Conversei com o jogador. Ele faz parte de um todo, que ele precisa respeitar primeiro para ter o nosso respeito. Penso que pode ter uma segunda chance para mudar a imagem criada pela circunstância que ocorreu”, apontou o comandante paranista.

O volante Leandro Vilela comentou sobre o afastamento do zagueiro Cléber Reis e classificou o episódio como constrangedor. “Foi um tanto constrangedor. Sabe como é difícil estar na preparação. Estávamos próximos a um jogo e acontece um incidente como esse. É ruim para todos. Nós jogadores temos que pensar no jogo e não desviar o foco para outros horizontes. Se não será pior para nós. Se não tiver concentrado no jogo será ruim”, emendou o camisa 5 paranista.

Assim, o zagueiro Cléber Reis deve ocupar a vaga de Rayan na zaga para atuar ao lado de Charles. Júnior e Igor seguem como os laterais. No meio de campo, o Paraná deve ter uma mudança. Os volantes Leandro Vilela e Alex Santana vão formar o setor de contenção. Assim, as novidades ficam por conta do meia Nadson, do meia-atacante Rodolfo e do atacante Carlos, todos à disposição.

“O Rodolfo, o Nádson e o Carlos eu posso falar. São jogadores que eu posso contar e já adianto que irão jogar possivelmente. São nomes importantes para a gente e que vão nos ajudar”, afirmou o técnico Rogério Micale.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Assim, a tendência é de que o meia Nádson entre na vaga de Carlos Eduardo. No setor ofensivo, que é pior da Série A e vem sendo contestado frequentemente, serão duas mudanças. Rodolfo e Carlos devem ser titulares nos lugares de Léo Itaperuna e Thiago Santos. Desta forma, Silvinho deve ser mantido na equipe.

Assim, o provável Paraná para enfrentar o América-MG deve ter Thiago Rodrigues; Júnior, Charles, Cléber Reis e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Nádson; Rodolfo, Carlos e Silvinho.