A situação do Paraná Clube é desoladora. Além de não ter vencido fora de casa sequer uma vez neste Campeonato Brasileiro e ter somado somente três triunfos em 28 rodadas, o time tem sido uma presa muito fácil para os adversários. Na noite de ontem, o Tricolor perdeu de 4×0 para o Fluminense, no Rio de Janeiro.

+ Leia mais: Paraná Clube é goleado pelo Fluminense

E não foi a primeira goleada da equipe na competição. Na estreia na Vila Capanema, na Série A, o time sofreu um 4×0 contra o Corinthians, no dia 22 de abril, que assim como o duelo diante do Flu, poderia ter sido ainda pior. Além disso, o time já levou placares de 3×0 diante do Santos, Palmeiras e Atlético.

Desapontados com a postura apática do time em campo, dois jogadores do Paraná saíram da partida no Maracanã, na bronca, criticando os colegas de time. O atacante Silvinho precisou conter o “sangue quente” para não fazer críticas pessoais aos colegas. “Não adianta você jogar 20, 30 minutos bem e depois dar o gols para os caras. Tem que ter mais calma, tem que sentir o jogo. Não vou comentar mais para não falar besteira”, relatou o atacante.

+ Também na Tribuna: Tricolor não dá esperanças ao torcedor

Para Silvinho, o time não ter entrou “de corpo e alma” na partida e acabou virando um adversário fácil de ser batido pelo Flu. Ele diz que a impressão é de que alguns jogadores já estão entregues. “Era um jogo no Maracanã, contra o Fluminense. Faltou sentir a importância do jogo. O sentimento é de frustração. Agora, por mais que a situação esteja difícil, a gente precisa ter respeito à camisa do Paraná”, falou.

+Veja ainda: Confira a classificação do Brasileirão

Cuidadoso nas palavras, o lateral-esquerdo Mansur gostaria que a equipe tivesse mais vontade durante os 90 minutos. “A gente começou bem o jogo, mas não aproveitou. Aí tomamos gol e não soubemos controlar. Não tivemos a postura que precisávamos ter”. Ainda que o panorama seja desolador para as dez rodadas que restam no Brasileirão, Mansur aposta em um final de temporada um pouco mais digno. “Vamos continuar trabalhando e eu creio. Tenho fé no trabalho que estamos fazendo”, arrematou o ala.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!