O clássico Paratiba deste sábado (8), às 18h, no Estádio Couto Pereira, vai colocar frente a frente a eficiência defensiva do Paraná Clube diante do atacante Rodrigão, artilheiro isolado da Série B do Campeonato Brasileiro e responsável por todos os gols do Coritiba na competição nacional. Mas se engana quem pensa que o zagueiro Rodolfo está com medo do camisa 9 coxa-branca. O defensor não vê a hora de duelar diante do goleador.

O zagueiro Rodolfo, no único clássico Paratiba deste ano, foi preterido pelo técnico Dado Cavalcanti no jogo realizado no Estádio do Pinhão, em São José dos Pinhais. O Coritiba venceu por 1×0, com gol anotado pelo atacante Rodrigão. Na oportunidade, a dupla de zaga paranista foi formada por Eduardo Bauermann e Leandro Almeida.

+ Leia mais: Clássico Paratiba já tem a sua primeira polêmica

“É o atacante que todo zagueiro quer marcar, que faz bastante gol. Se a gente conseguir marcar um atacante desse dá credibilidade para a nossa zaga, para a nossa equipe. Estava esperando essa oportunidade de marcar o Rodrigão. Esperava no Paranaense e não tive. Estou bem preparado para marcar ele, para que ele não venha a fazer gols”, cravou Rodolfo.

Mas além desse duelo à parte entre Rodrigão e Rodolfo, o clássico Paratiba pode ser importante para o Paraná Clube. O time paranista não vence há quatro rodadas e se aproximou perigosamente da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Algo que tem incomodado o Tricolor, especialmente por não estar conseguindo fazer seu dever de casa.

+ Confira a classificação completa da Série B

“Claro que incomoda. De três jogos em casa, conseguimos somente uma vitória. Isso tem incomodado um pouco sim. É trabalhar firme para, no sábado, tentar consertar o que estamos errando e tentar melhorar para sair com um bom resultado”, concluiu Rodolfo.