De olho na economia financeira, o Paraná Clube confirmou a saída de três atacantes nesta quinta-feira (3). Nathan, Rafinha e Daniel Morais, que vinham sendo pouco aproveitados, não estão mais nos planos e já estão em busca de novos destinos. Cada um, terá uma situação diferente.

O Cachorrão, como é conhecido Nathan, já acertou com o Goiás, a pedido do técnico Argel Fucks. Em 17 jogos com a camisa paranista, o jogador marcou dois gols, e ficou mais conhecido pela comemoração do que pelas atuações.

“Nathan está transferindo para o Goiás, foi um pedido do Argel e a gente optou pela liberação já que era custo-benefício alto por não ser titular”, afirmou o diretor de futebol do Tricolor, Rodrigo Pastana, em entrevista à Rádio Banda B.

Daniel Morais foi titular nas duas primeiras rodadas da Série B. Depois, não foi mais aproveitado. Foto: Albari Rosa
Daniel Morais foi titular nas duas primeiras rodadas da Série B. Depois, não foi mais aproveitado. Foto: Albari Rosa

Já Rafinha e Daniel Morais serão dispensados. O primeiro fez apenas uma única partida pelo time, na derrota por 2×1 para o Juventude, na Série B, quando atuou por somente três minutos. A pouca utilização fez com que o próprio atacante pedisse para ir embora. “Ele mesmo desistiu, nunca recebeu nada aqui, preferiu ir para casa e dar um tempo na carreira”, explicou Pastana.

Por fim, Daniel Morais, ainda segue treinando com o restante do elenco, mas já foi avisado para procurar outro clube. Com apenas duas partidas pelo Paraná, ele não marcou nenhum gol e foi liberado pela diretoria.

“O Daniel Morais não está nos planos para a Série B. O Lisca até queria observá-lo em um primeiro momento, mas é um jogador que a gente já avisou ele e o empresário para procurar outro clube”, finalizou o dirigente, que garantiu que não virão reforços.

Rafinha ficou em campo pelo Tricolor por apenas três minutos. Foto: Divulgação/Paraná Clube
Rafinha ficou em campo pelo Tricolor por apenas três minutos. Foto: Divulgação/Paraná Clube

Decisões que visam manter as contas do clube em dia. Com um elenco inchado, a diretoria vai buscando minimizar os gastos para evitar atrasos salariais. Uma preocupação que rondou o Tricolor em outros anos e acabou prejudicando a campanha do time na Série B.

Confira a tabela completa da Série B!

“Eu vim aqui nos primeiros dias para conversar sobre isso. Até porque a gente conhece essa história, sabe que o clube fez uma política de pés no chão, uma folha baixa, que possa ser cumprida e tem sido assim. Quando cheguei, tinha parte do direito de imagem atrasado, mas parece que já foi pago. Então, graças a Deus, está tudo certo”, disse o técnico Lisca, que em outras oportunidades já destacou que conta com as peças que tem no elenco pra fortalecer a equipe.

Agora, o treinador tem ainda nove opções para o ataque: Alemão, Felipe Alves, Felipe Augusto, Ítalo, Matheus Carvalho, Minho, Rafhael Lucas, Robson e Vitor Feijão, que ainda se recupera de uma lesão e deve ficar à disposição só no mês que vem.