Depois do meia Nadson, agora é a vez de o lateral-esquerdo Fernandes tentar a rescisão de contrato com o Paraná na Justiça. O jogador ainda não recebeu os salários de novembro e dezembro, direitos de imagem, férias, 13º dos últimos dois anos e ainda 20 meses de FGTS. No total, a dívida é de R$ 431.755,29.

Em uma primeira decisão em caráter liminar, que aconteceu na última segunda-feira (9), a juíza Valéria Rodrigues Franco da Rocha deu ao Tricolor cinco dias para quitar os débitos com o jogador, que não se reapresentou para a pré-temporada. Fernandes tinha contrato até o fim de 2017, mas já foi anunciado oficialmente como contratação do Botafogo-PB, mesmo com o time paranista não sendo avisado.

De acordo com a assessoria de imprensa, o Paraná ainda não foi notificado oficialmente da ação judicial, mas não deve recorrer e pode chegar a um acordo com Fernandes, assim como aconteceu com Nadson, que foi para a Chapecoense.

O zagueiro Alisson também está com vencimentos atrasados, mas aguarda um acordo com o Tricolor para rescindir o contrato e acertar com o Vila Nova.