O anúncio da venda da sede da social do Paraná Clube na Avenida Kennedy em sites especializados em negociação de imóveis repercutiu. Responsável pelo caso, a Bidese Imóveis divulgou uma nota pedindo desculpas ao clube pela situação.

“A Bidese Imóveis, consolidada no mercado imobiliário de Curitiba desde 2008, vem através deste retratar-se publicamente com a diretoria do Paraná Clube pelo anúncio de um imóvel pertencente ao clube sem o consentimento de seu corpo diretor. Ontem, quarta-feira (19/10), um de nossos funcionários cometeu, infelizmente, um erro – já corrigido – na atualização e publicação online da carteira de imóveis que possuímos e acabou, por engano, publicando a área citada”, explicou a imobiliária, através das redes sociais.

O anúncio da venda de parte da sede, no valor de R$ 60 milhões, foi colocado no ar na última quarta-feira (19), mas na quinta (20) foi retirado do ar. O Tricolor não quis se manifestar a respeito do assunto, mas nitidamente não gostou da revelação.

Apesar de se desculpar por ter colocado no ar o anúncio, a Bidese em nenhum momento negou que a área esteja à venda, apesar de existir um imbróglio jurídico, uma vez que como o terreno foi doado pela prefeitura, existem cláusulas de inalienabilidade e impenhorabilidade, ou seja, que impedem o local de ser vendido ou penhorado.