Depois de ficar quatro jogos sem vencer no Campeonato Paranaense, o Paraná Clube retomou o caminho dos resultados positivos no momento decisivo do Estadual. Na noite de domingo (3), o Tricolor, na goleada aplicada sobre o Foz do Iguaçu por 3×0, no duelo de ida das quartas de final do torneio, voltou também a jogar bem e colocou um pé na semifinal da competição estadual. O meia Válber, que foi um dos destaques do Tricolor na partida, enalteceu a força do conjunto paranista.

“Toda a equipe está de parabéns pelo desempenho que tivemos em Foz do Iguaçu. É desse jeito que a gente vai chegar, com um se empenhando e correndo pelo outro. Assim, os resultados vão vir naturalmente. Nesse jogo, brigamos do começo ao fim e conseguimos uma grande vantagem”, declarou o camisa 10 do Tricolor.

O meia Nádson admitiu a boa vantagem, mas rechaçou o clima de tranquilidade para o duelo de volta, domingo, às 11h, na Vila Capanema. “Não estamos classificados ainda. Jamais. Vamos trabalhar nessa semana da mesma forma que a gente trabalho para que a gente consiga o resultado dentro de casa também”, acrescentou ele.

Com a vitória, além da boa vantagem adquirida, o Tricolor também se manteve na liderança da classificação geral do Paranaense que continua contando para as fases seguintes do torneio. E é justamente nisso que o Paraná pensa para o duelo de volta, mesmo com o placar elástico. 

“Nosso objetivo é vencer. Só temos a chance de dar uma cadenciada, pois não temos aquela obrigação de chegar lá e fazer o placar. Agora vamos com mais tranquilidade. Nosso pensamento é fazer um jogo de volta bem melhor do que fizemos aqui (em Foz). Temos capacidade e cometemos erros que não estamos acostumados. Foi importante vencer e com esse resultado que nos dá tranquilidade para o jogo de volta”, arrematou o goleiro Marcos.