Bastante criticado, sobretudo pelas penalidades desperdiçadas ao longo desta temporada, o atacante Lúcio Flávio tem evitado seguidos vexames do Paraná Clube na disputa da Série B. Depois de marcar aos 45 minutos do segundo tempo o gol da vitória sobre o Sampaio Corrêa, lanterna da Segundona, na Vila Capanema, o centroavante marcou o gol que deu o empate em 3×3 diante do Oeste ao time paranista, que chegou a estar vencendo por 2×0, mas tomou a virada em apenas 16 minutos.

Apesar de ter o jogo na mão e de ter tomado a virada para a equipe do técnico Fernando Diniz, Lúcio Flávio ressaltou o espírito de luta do Tricolor que, mesmo com as adversidades, não se abateu e lutou até o final, marcando o gol de empate aos 49 minutos do segundo tempo, em Osasco.

“Eles vieram para cima, tiveram mais posse de bola, engataram uns três passes bons e fizeram os gols. A gente vinha vencendo por 2×0 e sabemos que jogar fora de casa é muito difícil, ainda mais contra a equipe do Oeste, que tem um padrão diferente. Mas fomos guerreiros até o final, nunca largamos, e Deus me abençoou mais uma vez e pude fazer o gol de empate”, destacou o centroavante.

Se não fossem os gols do atacante Lúcio Flávio, o Paraná Clube estaria ainda mais perto da zona de rebaixamento da Série B. Agora com 30 pontos e ocupando a 14ª posição, o Tricolor estaria com 27, somente três a frente do Bragantino, que é o primeiro time dentro da área de risco da competição.