A goleada sobre o Foz do Iguaçu por 4×0, ontem à noite, na Vila Capanema, mais do que ter marcado a conquista dos primeiros três pontos do Paraná Clube no Campeonato Paranaense, serviu para o meia Maicosuel desabafar contra alguns torcedores paranistas. O jogador, vaiado antes mesmo de entrar em campo, teve a oportunidade de atuar no decorrer do segundo tempo, marcou duas vezes e soltou o verbo depois da partida.

Maicosuel não teve uma grande atuação, mas no seu primeiro gol na partida, anotado de pênalti aos 40 minutos do segundo tempo, o jogador extravasou na comemoração. Depois de ser abraçado por todo o banco de reservas e parte do time, o experiente meia veio até o alambrado e já demonstrou sua insatisfação com alguns torcedores paranistas que estavam pegando no seu pé no decorrer da partida.

+ Leia mais: Paraná Clube goleia o Foz do Iguaçu com show de Maicosuel

“Nunca um jogador vai querer jogar mal. Faz parte errar, acontece, somos seres humanos, somos falhos. Mas os caras não entendem. Não entendo o torcedor que vem na Vila Capanema, chama de chinelinho. Acham que eu não tenho vida. Abri mão de várias coisas para estar aqui. Jogar sem receber não é fácil. Mas isso é torcedor modinha. Torcedor de verdade está lá atrás incentivando”, protestou Maicosuel.

O meia, depois de um ano apagado em 2018, quando fez apenas seis jogos durante o Campeonato Brasileiro, prefere esquecer o passado e pensar daqui em diante. Quem sabe esses dois gols sirvam para Maicosuel, a partir de agora, reencontrar seu bom futebol e escrever uma nova história nessa segunda passagem pelo Tricolor.

+ Confira a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

“Acho que tem que deixar o ano passado pra trás. Já foi. Acabou. Esse ano é uma nova motivação, um novo desafio. Estou tentando me firmar, resgatar meu futebol e sei que posso ajudar. É trabalhar. Não vai ser fácil esse ano. Vou continuar com o profissional que estou tendo. Muitos torcedores não sabem o que ocorre, mas vamos tirar isso de letra. Tem que saber lidar. O time foi bem e foram três pontos importantes que conquistamos”, concluiu o armador.

Maicosuel, depois de jogar pouco mais de 20 minutos, conseguiu fazer os gols, ajudou o Paraná Clube e vive a expectativa de, a partir de agora, ganhar mais minutos em campo. O jogador ainda requer um maior cuidado físico, mas aos poucos o técnico Dado Cavalcanti já poderá usar mais o armador por mais tempo a partir deste domingo (27), quando o Tricolor vai ao Norte do Estado enfrentar o Maringá.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!