O Paraná Clube, enquanto segue atento ao mercado para reforçar seu elenco para a sequência da temporada, trabalha também para renovar o contrato de jogadores importantes. Um deles é do goleiro Marcos. O experiente arqueiro paranista e ídolo da torcida tricolor tem seu vínculo com o clube se encerrando no mês de maio, mas já iniciou as conversas para estender seu contrato até o final de 2017.

Marcos, nos planos da diretoria, seria mais uma vez o goleiro titular do Paraná Clube na temporada de 2017. O arqueiro paranista, porém, iniciou o ano no departamento médico e deu brecha para o goleiro Léo, que veio emprestado do São Paulo, atuar. Seu concorrente, então, aproveitou a chance e, com um grande aproveitamento, não deu sequer uma chance para Marcos tentar retomar sua posição no time comandado pelo técnico Wagner Lopes.

Marcos, então, atuou em apenas três jogos nesta temporada. O jogador sempre entrou em campo quando o técnico Wagner Lopes optava por escalar o time considerado reserva em meio a maratona de jogos do Paraná Clube neste começo de ano. O ídolo paranista não comprometeu, fez bons jogos, mas mesmo assim não conseguiu desbancar Léo da condição de titular da meta do Tricolor.

Para a sequência da temporada, onde o Paraná terá pela frente a sequência da Copa do Brasil e da Primeira Liga, além do início da Série B do Campeonato Brasileiro, o goleiro Marcos deve renovar com o Tricolor. O experiente arqueiro paranista, apesar de não ter atuado muito neste início de ano, contribuiu bastante com o elenco passando sua experiência para os mais novos.

O goleiro Léo, titular da posição, sempre fez questão de, nos seus melhores momentos, ressaltar a importância de Marcos para o seu crescimento e para o grupo do Paraná Clube. Essa sincronia dos dois arqueiros paranistas se transformou em um belo resultado dentro de campo. Foram apenas nove gols tomados em 22 jogos até agora. Na Vila Capanema, somente um sofrido, na vitória por 3×1 diante do Prudentópolis.

Opinião: É hora de apoiar o projeto do futebol do Tricolor

A tendência é de que Marcos renove contrato com o Paraná Clube até o final deste ano. O interesse é mútuo, principalmente do departamento de futebol e da comissão técnica do Tricolor. O ídolo paranista, que tem residência fixa em Curitiba, não deverá dificultar uma renovação, já que a ideia é de que o goleiro, prestes a completar 41 anos, pendure suas luvas ao final desta temporada.

Desde que retornou ao Paraná Clube, em 2013, Marcos nunca escondeu sua vontade de devolver o Tricolor à primeira divisão. A Série B do Campeonato Brasileiro ainda nem começou, o ídolo paranista ainda não renovou seu contrato e muito menos se irá atuar na competição nacional. Mas a expectativa é muito boa para que Marcos, se decidir se aposentar ao final deste ano, tenha seu sonho realizado e veja o seu time do coração na Série A do Brasileiro de 2018.