O Paraná Clube terá uma parada duríssima pela frente no confronto diante do Atlético-GO, na próxima sexta-feira (15), pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Porém, a aposta é no bom retrospecto que o grupo teve fora de casa. O técnico Matheus Costa descreveu o time paranista como um ‘visitante indigesto’ para afirmar que mesmo contra um concorrente direto ao acesso, vai com tudo para encarar o atual quarto colocado, que tem 57 pontos. O Tricolor, em sexto, soma 54 e poderá deixar o concorrente em desvantagem caso vença.

Após a vitória por 2×1 em cima do São Bento, na última terça-feira (12), o treinador falou sobre o próximo desafio da equipe no jogo, que pode ser considerado de seis pontos e poderá decretar o destino do time na competição. “Já tivemos jogos fora de casa muito difíceis e demonstramos o que podemos fazer. É um jogo para mostrar nossa capacidade”, disse.

+ Jogadores e torcedores do Tricolor se unem rumo ao acesso

Em 17 jogos como visitante, o Paraná conta com sete vitórias, sete derrotas e três empates. A última conquista longe de seus domínios foi o 2×0 em cima do América-MG, outro concorrente direto. O triunfo contra o Coritiba, no Couto Pereira, também foi fundamental na campanha. O 3×2, no dia 8 de junho, chegou a abrir uma série vitoriosa de cinco partidas.

Por todos esses motivos, um novo placar positivo diante do time goiano pode fazer toda a diferença na batalha por uma vaga no G4. “A palavra final em uma competição a longo prazo nunca valeu tanto como esse jogo contra o Atlético-GO. Precisamos ultrapassar equipes para conquistar o acesso e agora teremos uma oportunidade”, explicou Matheus, que acredita que o placar positivo contra o São Bento serve como motivação para o próximo compromisso.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Uma bela vitória, que nos dá uma motivação a mais. Já mostramos que somos um visitante indigesto. Não tenho dúvida de que será um grande jogo”, arrematou.