O técnico do Paraná Clube, Matheus Costa, ainda não sabe se comandará o time em 2020. Com contrato até o fim de novembro, o treinador diz que só vai definir seu futuro após o término da Série B. Apesar disso, já começou a projetar o que o Tricolor precisa fazer para conquistar seus objetivos na temporada que vem. Depois do empate com o Criciúma por 1×1, na última terça-feira, o Paraná acabou com as chances de acesso.

Para Matheus Costa, uma conquista de Campeonato Paranaense e uma boa campanha na Copa do Brasil, principalmente pelo lado financeiro, são fundamentais para as pretensões do clube durante a temporada toda. “Eu quero ajudar o Paraná independente de eu estar aqui ou não em 2020. Enquanto eu estiver aqui, vou ajudar o Paraná no que for preciso e montar um bom planejamento. Temos um Campeonato Paranaense, que é de fundamental importância. O clube tem total capacidade e força”, disse em entrevista às Rádios Banda B e Transamérica.

+ Quem são os seus narradores e comentaristas mais marcantes? Ouça essa homenagem ao rádio paranaense no Podcast De Letra!

“Sabemos também da importância que é a Copa do Brasil, o retorno financeiro que trás ao clube e a importância de um calendário a longo prazo. Depois, pensar na principal competição do ano que é a Série B”, completou Costa. Matheus Costa afirmou que, a partir de agora, vai conversar com a direção paranista para saber se permanece no comando do clube e termina seu contrato ao final do mês. Sempre respaldado pela diretoria, o treinador não tem o apoio de grande parte da torcida paranista.

“Acredito que agora que está definido, devemos conversar. Temos duas semanas para nos preparar bem e encerrar dignamente [a Série B] a frente do nosso torcedor e ter esse tempo para conversar com a direção para saber qual o pensamento deles, pensando sempre no melhor para o Paraná”, declarou Costa.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

O diretor de futebol, Alex Brasil, também afirmou que a conversa e a decisão entre as partes será feita apenas após o fim da Série B. “Temos que conversar e ver o que é melhor para o clube, o melhor para ele, o que for acontecer a gente aguarda e espera por isso após a última rodada. É uma questão que precisa ser tratada com muita tranquilidade, planejando o ano de 2020”, finalizou o dirigente.

Mais do Tricolor:

+ Criciúma x Paraná Clube tem confusão, polêmicas e despedida
+ Jornalistas são detidos e dirigente alega ter sido agredido em Santa Catarina