O Paraná Clube fez, na derrota por 1×0 para o Ceará, seu pior jogo sob o comando do técnico Matheus Costa. O Tricolor não foi nem de perto o time eficiente dos últimos jogos, acabou perdendo o confronto direto para o Vozão, na Arena Castelão, e vê sua vaga no G4 ameaçada na próxima rodada. O treinador paranista lamentou o gol sofrido logo aos quatro minutos de partida e espera que isso sirva de aprendizado para a continuidade da Série B.

“Muda toda a estratégia. A gente sabia que eles iam impor esse ritmo frenético no início do jogo, que iam tentar encurralar. A orientação era fazer o tempo passar e aproveitar os espaços que iam deixar. Muda todo o planejamento e estratégia de jogo. Sabíamos que seria um grande jogo, de dois times qualificados e que não à toa estão no G4. O detalhe foi a favor do Ceará, mérito deles, que conseguiram o ímpeto no início do jogo e nos surpreenderam no início”, explicou Costa.

“Isso serve de atenção para nós. É a segunda vez em dois jogos que a gente toma gol no início. Entramos desconcentrados e isso não pode ocorrer. Buscamos, tentamos, mas não conseguimos. Tivemos chances, mudamos a estrutura do time, deixamos a equipe mais ofensiva para buscar o empate. Agora é recuperar, preparar e já temos um jogo importante contra o América-MG em Belo Horizonte”, alertou ele.

Para manter a vaga no G4 ao final da próxima rodada, o Paraná Clube precisará pelo menos empatar diante do América-MG, neste sábado (21), na Arena Independência. Para encarar o Coelho, o treinador terá o retorno do volante Gabriel Dias, que fez muita falta diante do Ceará, mas acabou perdendo o lateral-direito Cristovam, o meia Renatinho e o atacante Alemão, suspensos.

Confira a classificação completa da Série B

“O Gabriel Dias é um jogador muito importante. Mas essa competição longa a gente perde jogadores e é normal. Perdemos três agora, suspensos, e estamos preparados para esse tipo de situação. Agora é parabenizar o Luiz Otávio, que demonstrou que é mais um jogador qualificado que temos à disposição, como mostrou nessa partida”, concluiu Matheus Costa.