A temporada acabou para o Paraná com um empate por 1 a 1 contra o Sampaio Corrêa, neste sábado (28), em São Luís, no Maranhão. Os gols foram do atacante Carlão (14/1.º) para os paranaenses e de Nadson (11/2.º) para os donos da casa.

Um resultado que foi o reflexo de mais um ano melancólico do Tricolor. O pior em pontuação desde que o time caiu para a Segunda Divisão, em 2007. O Paraná terminou a competição no 13.º lugar, com 47 pontos, superando negativamente a campanha de 2008, quando a equipe somou 49.

Após a eliminação precoce no Paranaense, nas quartas de final para Operário, e a queda logo na primeira fase da Copa do Brasil para a Jacuipense-BA, a nova diretoria tricolor – que assumiu após a renúncia de Rubens Bohlen – prometeu aos torcedores que o time lutaria pelo acesso. O presidente Luiz Carlos Casagrande, o Casinha, chegou a falar em subir com três rodadas de antecedência, o que passou longe de se concretizar.

Com três treinadores diferentes ao longo do campeonato – Nedo Xavier, Fernando Diniz e Fernando Miguel –, o Tricolor terminou a Série B a 18 pontos do América-MG, o quarto colocado e com vaga na Série A, e ficou quatro pontos à frente do Macaé, o 17.º, que caiu para a Terceira Divisão.

Para a temporada 2016, a direção do clube anunciou o retorno do treinador Claudinei Oliveira. Na sua primeira passagem, em 2014, o técnico deixou o comando do Paraná para assumir o Atlético.