Se o Paraná Clube é guerreiro valente, o que dizer de seu torcedor? De 2008 a 2017 sofrendo com a dura realidade do segundo escalão do futebol brasileiro. Sentar no concreto do alçapão da Vila Capanema, após um dia de trabalho, comer aquele tradicional pão com bife para acompanhar um jogo contra Bragantino, Oeste ou seja lá qual time for – com todo respeito a essas equipes. Isso sem dizer dos piores cenários de campanhas complicadas no Campeonato Paranaense e enfrentar chuva e frio contra Prudentópolis, Arapongas…Cianorte.

Após ter um ano de 2018 com duelos contra equipes de ponta, o Tricolor e o seu torcedor voltam para o sofrimento da Série B. Porém, o passado recente pode mostrar que a história pode ter um final feliz. Para repetir o sucesso da campanha do acesso de 2017, o valente paranista terá que abraçar novamente a sua equipe e empurra-la de volta à elite do nosso futebol.

+ Leia mais: Paraná Clube perto de anunciar a contratação de volante do Avaí

No fatídico ano, o Paraná venceu 14 partidas dentro de casa – 13 na Vila Capanema e uma na Arena da Baixada. A campanha praticamente perfeita em Curitiba, aliada com alguns bons resultados longe da capital, fez com que ao final daquela temporada, o Tricolor fizesse com que o seu torcedor voltasse a abraçar o clube.

“Isso mostra a força que temos dentro de casa. Estamos na Série B novamente e apostando muito no nosso torcedor, que será fundamental dentro desse processo. Temos que demonstrar briga, vontade e isso vai atrair o torcedor para o estádio. A partir do momento que eles observarem que o time vai brigar, eles vão voltar à Vila”, disse o técnico Matheus Costa, após o empate com o Vila Nova, fora de casa, na estreia do Paraná na Série B deste ano.

+ Confira a classificação completa da Série B

Agora, a ‘parada’ é no Durival de Britto. No próximo sábado, às 19h, o Tricolor recebe o CRB e espera que possa contar com a sua torcida. “Nós pontuamos fora de casa e estamos trazendo uma situação favorável dentro de casa. Com uma vitória, nós voltamos a brigar na parte de cima da tabela. Vamos trabalhar essa semana para buscar a vitória em casa”, ressaltou o treinador paranista. Como diz um vídeo promocional divulgado pelo clube, “chegou a hora de entrar em campo novamente”. O caminho será longo e árduo. Mas, a parceria entre time e torcedor terá que ser construída desde a primeira batalha.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!