O ano de 2017 já começou para o Paraná Clube. Visando a próxima temporada, a diretoria demitiu nesta quarta-feira (16) o técnico Roberto Fernandes, que ficou menos de dois meses no cargo. Neste período, somou, em nove partidas, aproveitamento de apenas 25%, embora tenha livrado o Tricolor do rebaixamento para a Série C, mas mais por incompetência dos times que estão na parte de baixo da classificação do que por méritos próprios. Nas últimas rodadas, a equipe será comandada por Fernando Miguel.

Segundo nota divulgada através do site oficial, o clube, depois de garantir a permanência na Série B no último final de semana apesar da derrota por 2×1 o Criciúma, na Vila Capanema, iniciou um processo de transição visando a temporada de 2017. Por isso, e para reduzir custos, o Paraná antecipou a saída do treinador, sobretudo pelo seu péssimo desempenho, com duas vitórias, um empate e seis derrotas.

O Tricolor será comandado pela comissão técnica permanente do clube, com Fernando Miguel e seu auxiliar Ageu Gonçalves. Será a segunda vez que Fernando Miguel comandará o Paraná em uma reta final da Série B do Campeonato Brasileiro.

No ano passado, depois da demissão de Fernando Diniz, o auxiliar esteve à frente do time paranista nas últimas dez rodadas e conseguiu duas vitórias, cinco empates e três derrotas. Neste ano, depois da saída do técnico Claudinei Oliveira, ele dirigiu interinamente o Paraná na vitória sobre o Goiás por 2×0, na Vila Capanema, antes da chegada de Marcelo Martelotte.