Depois de empatar com o Vila Nova na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro, no último final de semana, o Paraná Clube vai fazer o primeiro jogo dentro de casa na segundona neste sábado (4), às 19h, diante do CRB, na Vila Capanema. O fator casa, na competição nacional, será fundamental para o time paranista buscar o retorno à Série A. Os números provam isso e o Tricolor, recentemente, quando conseguiu o acesso em 2017, foi praticamente imbatível jogando no Durival Britto e vai tentar repetir o feito na segunda divisão deste ano.

O técnico Matheus Costa esteve presente na campanha vitoriosa do Paraná Clube de dois anos atrás. Primeiro como auxiliar técnico da comissão permanente e, depois, como treinador efetivo do Tricolor quando substituiu o técnico Lisca. O comandante espera que o time possa iniciar bem sua caminhada dentro da Vila Capanema e conquiste a primeira vitória diante do CRB.

+ Leia mais: Dupla de zaga se firma entre os titulares do Paraná Clube

“Com a torcida ao nosso favor, o Paraná tem um peso grande jogando na Vila Capanema. Conquistamos um ponto importante em Goiânia, que faz com que a gente traga o torcedor ao estádio. Conquistando a vitória sábado, chegamos aos quatro pontos e começamos a brigar na parte de cima da tabela”, apontou o treinador, que lembrou da boa campanha realizada pelo Paraná como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro de 2017.

“Em 2017 foi fundamental a campanha dentro de casa. Acredito que os times que conquistarem o acesso nessa temporada terão um peso fundamental nos jogos em casa. Espero que a gente comece com o pé direito. Mas sabendo a dificuldade da competição, teremos um jogo difícil contra o CRB, que vem de derrota em casa. Estamos nos preparando bem em todas essas questões”, reforçou Matheus Costa.

+ Confira também: Balanço das contas do Paraná Clube mostra melhora financeira

Em 2017, o Paraná Clube teve nada menos do que 78% de aproveitamento como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro. Em 19 jogos, foram 14 vitórias conquistadas, três empates e apenas duas derrotas, com 34 gols marcados e somente nove sofridos. Para ter sucesso dentro da Vila Capanema, o Tricolor sabe que terá que trazer o torcedor de volta para o seu lado, depois de sucumbir nas disputas do Campeonato Paranaense e da Copa do Brasil.

“A vitória é fundamental para trazer o torcedor de volta para a Vila Capanema. Não vejo de outra forma. A nossa luta e a nossa briga nos deu o empate contra o Vila Nova no final do jogo. Acho que isso traz de novo a vontade do torcedor de vir ao estádio. Quando ele vê o time brigando, lutando, você acaba conquistando o torcedor para que venha novamente ao estádio e vamos procurar fazer isso todos os jogos”, emendou Matheus Costa.

+ Confira a classificação completa da Série B

No entanto, até agora, os visitantes têm levado a melhor na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. Dos 12 jogos realizados até agora, somente quatro times que jogaram em casa conseguiram vencer. Por isso, todo cuidado será pouco diante do CRB para que o Paraná possa conseguir um bom resultado e conseguir figurar no pelotão de frente da classificação neste começo de segunda divisão.

“É um campeonato muito difícil. O Botafogo-SP foi até Belo Horizonte e ganhou do América-MG. A gente precisa muito do apoio do nosso torcedor. Dentro de casa, eles serão o nosso décimo segundo jogador e vamos, contra o CRB, tentar conquistar os primeiros três pontos em casa”, concluiu o zagueiro Rodolfo.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!