O ano em que vai voltar a disputar a primeira divisão não começou bem para o Paraná Clube. Com uma campanha pífia no primeiro turno do Campeonato Paranaense, eliminado do segundo turno na semifinal e já fora da Copa do Brasil, o Tricolor tem pela frente apenas a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Na verdade, depois dos dez anos seguidos de sofrimento na segunda divisão, o time pensa apenas em conseguir se manter na elite do futebol nacional.

Por isso, o momento agora é de juntar os cacos e traçar uma nova rota para não fazer feito na disputa do Brasileirão. O técnico Rogério Micale, que tem pouco mais de um mês à frente no comando da equipe, já traçou o planejamento para a competição nacional e espera que o time paranista inicie bem o Brasileirão.

“Vamos dar um, dois dias de folga. Tirar o pé para voltarmos fortes. Depois vamos planejar trabalhar dez dias consecutivos para que a gente possa implantar mais conceitos, fortalecer o que já foi dado. Estamos confiantes para iniciar bem a competição e criar gordura logo cedo”, afirmou o treinador.

Empenho

Desde que assumiu o comando do Paraná Clube, no mês passado, Micale teve apenas uma semana cheia para trabalhar. Agora, com praticamente vinte dias até a largada do Brasileirão, ele quer usar bem esse tempo para preparar o time paranista para a competição nacional.

“Os dias serão bons para treinar. É ótimo para quem quer implantar algo. Vamos fortalecer porque trabalho é repetição, você não pode mudar tudo a todo momento. Lógico que criando variáveis, mas o centro do trabalho está em andamento. A partir daí criaremos alternativas, para podermos também não ter só uma forma de atuar”, concluiu o treinador.

Nessas três semanas, o Paraná Clube também deve contratar reforços. A diretoria paranista, com a ajuda do técnico Rogério Micale, tem analisado nomes que possam reforçar o Tricolor para o Brasileirão. Ao fim dos campeonatos estaduais, a direção deve apresentar alguns jogadores novos para a sequência da temporada.