Em uma partida que pode entrar para a lista das piores do Paraná Clube em 2019, o Tricolor foi derrotado com facilidade por 3×0 pelo Londrina. No estádio do Café, na noite de ontem, o time, que até o início da 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro estava em segundo lugar, vive agora um momento de queda na competição. Visivelmente abalados após terem sido ‘engolidos’ pelo Tubarão, os jogadores do Paraná pregam a união para que esse momento ruim seja superado.

+ Leia mais: Paraná toma três do Londrina no estádio do Café

O Paraná Clube somou sua segunda derrota consecutiva, já que havia perdido por 1×0 para o Sport na última semana. Porém, antes disso, a equipe vivia um excelente momento na competição, quando teve cinco triunfos consecutivos. E é se apegando a essas boas memórias até aqui que o lateral-esquerdo Guilherme Santos aposta em uma reviravolta na disputa. “Tivemos um apagão, mas a Série B é cheia de altos e baixos, então temos que estar juntos nos momentos ruins como estivemos no bons”, destacou.

+ Veja ainda: Operário sai na frente, mas toma virada

Apresentando um futebol que nem de longe lembrou um Paraná vitorioso, o time fez um primeiro tempo fraco e precisou subir ao ataque no segundo para tentar recuperar o prejuízo. Para o volante Luiz Otávio, com o time ‘aberto’, ficou fácil para os donos da casa ampliarem. “Foi um jogo ruim da nossa parte. Fomos castigados por um primeiro tempo ruim, e como no segundo precisamos nos expomos muito acabamos levando a pior”, disse.

Mesmo sendo um jogo para não ser repetido devido ao futebol fraco apresentado, os atletas enfatizaram que é importante que o Tricolor analise quais foram as falhas para que elas não voltem a acontecer. “É, na verdade, um jogo para lembrar e assim não cometer os mesmos erros. Eles conseguiram encaixar os gols nas nossas falhas, tiveram o mérito de vitória, mas está no começo do campeonato. Tem muita coisa para acontecer”, explicou o lateral Éder Sciola.

+ Confira a classificação da Segundona

Guilherme Santos também deixou claro que há muito a ser feito na competição e que é possível que o time apresente um desempenho mais convincente. “Sabemos que não foi nosso melhor jogo, mas precisamos ver nossos erros para, em casa, melhorar e fazer nosso melhor diante do torcedor”, finalizou.