A pausa para a disputa da Copa América será marcada pelo lançamento do novo uniforme do Paraná Clube, que passa a ter marca própria, seguindo o exemplo do Coritiba. Com o anúncio da novidade, surgiu a urgência de encontrar um patrocinador master para o time paranista.

“O timing para ter um parceiro seria agora, mas no entendimento do clube, as propostas que chegaram não condiziam com a grandeza da camisa e com a exposição que o Paraná oferece”, afirmou o diretor de marketing do Tricolor, Christian Knaut.

+ Leia mais: Tricolor terá três semanas pra aprimorar o time

O diretor acrescenta que o momento financeiro do Brasil interfere nos valores oferecidos e que o desempenho do time reflete no interesse. “Não queremos gerar expectativas e precisamos respeitar nossa marca”.

+ Veja ainda: Tricolor volta aos treinos, mas sem novidades

O Tricolor está sem uma grande marca na camisa desde que o presidente Jair Bolsonaro retirou o patrocínio da Caixa Econômica dos clubes de futebol. Com o fim do apoio, o Tricolor teve uma perda de receita de R$ 5 milhões ao ano.

Outro clubes

Na busca por uma patrocinador master, o Paraná quer seguir o exemplo dos outros clubes paranaenses. O Furacão, que disputa a Série A, além da Libertadores e da Copa do Brasil, acertou com a instituição financeira Digi+.

+ Confira a classificação completa da Série B

No pelotão da Série B, O Coxa está prestes a anunciar o Madero como patrocinador. Já o Londrina fechou com o Sicoob em algo em torno de R$ 1,5 milhão. O Operário foi por outro caminho, fechando com várias marcar e dividindo o espaço na camisa do clube.