Enquanto a CBF curte os últimos dias de Carnaval e só volta às atividades na quinta-feira (2), o Paraná Clube segue sem saber como será seu futuro na Copa do Brasil. O jogo contra o Bahia, pela segunda fase da competição, deverá ser no dia 8 (quarta) ou dia 9 (quinta), dependendo do que a entidade decidir. Mas, antes disso, o Tricolor tem uma decisão pela Primeira Liga, encarando na quinta, às 19h15, o Figueirense na Vila Capanema. E, por incrível que pareça, qualquer resultado pode classificar a equipe. Até mesmo uma derrota.

É certo que uma vitória garante, sem maiores dúvidas, a ida do Paraná Clube para as quartas de final da Primeira Liga. Vice-líder do grupo D com três pontos (o Londrina, com nove, já assegurou o primeiro lugar), o Tricolor depende apenas de si para conquistar a vaga. “Temos que entrar para vencer. Corrigir o que fizemos de errado contra o Londrina para conseguir a classificação dentro de casa”, disse o goleiro Marcos, que fez sua estreia na temporada na derrota para o Tubarão na semana passada.

A conta é simples. Vencendo o Figueira, o Paraná Clube vai a seis pontos, e não poderá ser alcançado pelos catarinenses. Assim, o clássico de Florianópolis entre Figueirense e Avaí, marcado para o dia 22 de março, seria apenas um amistoso.

Outros resultados

Se o Paraná Clube empatar nesta quinta-feira, passa a depender da partida que acontecerá daqui a três semanas. Jogando em casa, no Orlando Scarpelli, o Figueirense terá a obrigação de vencer o Avaí. Mas o Tricolor tem outra vantagem, que é a do saldo de gols. Hoje, o saldo paranista é de um gol positivo, enquanto o alvinegro de Floripa tem saldo -1. Portanto, o Figueira precisará vencer por dois gols de diferença para igualar o Paraná. Aí entra o terceiro critério, o número de gols pró. Os paranaenses também têm boa frente, tendo marcado três gols contra nenhum dos catarinenses.

Da mesma forma a situação se aplica em uma possível derrota do Paraná Clube. O Figueirense chegaria aos mesmos três pontos. Nesse caso, o único resultado do clássico catarinense que interessaria seria a vitória do Avaí, que levaria a um empate triplo na pontuação, e aí os critérios entrariam na decisão. E, por ora, nos critérios o Tricolor está na frente dos rivais.