O Paraná Clube prometeu reforços para “os próximos dias”, como disse Rodrigo Pastana ainda após o jogo da terça-feira contra o Náutico. Mas não demorou muito para o primeiro jogador dessa nova leva de contratações chegar. E é mais um atacante, na luta incessante do Tricolor em acertar o sistema ofensivo. A nova aposta é Alemão, 28 anos, formado na base do Santos e que estava no futebol holandês.

Alemão teve maior destaque no Guaratinguetá, quando o time disputava a Série B. Foi artilheiro do time do Vale do Paraíba, primeiro clube onde atuou depois de sair da base do Peixe para jogar na Itália. A partir do Guará, o atacante rodou o País, passando por Ponte Preta, Vitória, Chapecoense, Portuguesa, Figueirense e Botafogo de Ribeirão Preto, com uma incursão pelo Cruz Azul, do México, no meio do caminho.

Do Botafogo-SP, Alemão foi para o FC Eindhoven, da segunda divisão holandesa. Lá, ele atuou apenas quatro vezes, sem marcar. Por ter vindo de um clube do exterior, o atacante não pode ainda ser utilizado por Cristian de Souza, pois o Paraná terá que aguardar a abertura da janela de transferências internacionais para registrá-lo no Boletim Informativo Diário da CBF.

Saiba como está a classificação da Segundona!

Indiferente ao fato, o reforço paranista está empolgado. “Estes dias serão importantes para eu me condicionar e conhecer o grupo e modelo de jogo”, disse Alemão, em entrevista ao site oficial do Tricolor. “É uma grande oportunidade de voltar a jogar no meu País e por um clube de uma camisa tão respeitada. Chego com muita vontade de ajudar os companheiros, sabendo que a Série B é um campeonato difícil e de muita visibilidade”, finalizou.