É clássico? Há quem diga que não, mas não se pode negar a importância deste Paraná Clube x Londrina, neste sábado (16), às 19h, na Vila Capanema. Com uma rivalidade crescente e com chances reais de acesso à primeira divisão, os dois representantes do Estado na Série B do Campeonato Brasileiro farão uma das partidas mais esperadas da temporada, repleta de expectativa e de muita confiança dos dois lados. E se há a torcida geral para que os dois subam, o cenário mostra mais uma disputa ferrenha entre Tricolor, Tubarão e mais equipes pelas “vagas restantes” na Série A.

Depois de muito equilíbrio no primeiro turno, América-MG e Internacional se desgarraram e abriram vantagem nas primeiras posições da Segundona. São os favoritos para o acesso. E dali por diante, a briga segue forte. Juventude, Vila Nova, Ceará, Paraná, Criciúma, Oeste e Londrina (com possibilidades menores para Guarani e Boa Esporte) estão vivos, e devem seguir até o final do campeonato nesta disputa.

Paraná e Londrina têm suas armas nesta guerra. O Tricolor é o melhor mandante da Série B, e neste sábado pode ter um dos seus maiores públicos na temporada para o confronto com o Tubarão – que só não é melhor que Inter e Coelho jogando fora de casa. “Jogar lá contra eles é difícil, mas jogar contra nós aqui (na Vila Capanema) também é difícil. Vamos encarar de igual para igual e procurar sair com os três pontos”, avisou o atacante Vítor Feijão. “A gente sabe do bom momento que o Paraná vive, mas nós temos objetivos e metas na competição”, retrucou o capitão londrinense Germano.

Para o Paraná, a vitória pode representar o ingresso no G4 da Série B. É necessária apenas uma vitória simples – e se o Vila Nova tropeçar, o Tricolor pode terminar a rodada na terceira colocação. Mesmo assim, os jogadores e o técnico Matheus Costa evitam falar sobre essa possibilidade, até porque há muito respeito ao Londrina. “É um jogo mais difícil do que os outros, mais complicado”, resumiu o zagueiro Eduardo Brock.

O Tubarão não tem chance de entrar no G4 nesta rodada, mas sabe que vencer o Tricolor deixará a equipe mais perto dos primeiros, e reafirma o ótimo momento da equipe, que é a finalista da Copa da Primeira Liga. Ao mesmo tempo, há também muita preocupação com o adversário. “Tive essa semana toda para pensar o que temos que fazer, os detalhes que precisávamos trabalhar e também o que não podemos deixar o Paraná fazer”, avaliou o técnico Cláudio Tencati.

Confira a classificação da Segundona!

Em campo, o Paraná tem o retorno assegurado de Gabriel Dias e Leandro Vilela, que não enfrentaram o Goiás na última rodada da Segundona. Se eles estão à disposição do técnico Matheus Costa, no ataque Minho é desfalque até o final da temporada e Robson segue no departamento médico. Assim, seguem João Pedro e Vítor Feijão como companheiros de Renatinho e Alemão, os dois principais jogadores da arrancada tricolor – o melhor time do returno da Série B. No Londrina, Jardel está fora, pois levou o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Ceará. Sem muito mistério, Tencati definiu Rafael Gava como titular.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 24ª Rodada

PARANÁ CLUBE x LONDRINA

Paraná
Richard; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias, João Pedro e Renatinho; Vítor Feijão e Alemão.
Técnico: Matheus Costa

Londrina
César; Reginaldo, Edson Silva, Dirceu e Ayrton; Germano, Rômulo, Rafael Gava e Celsinho; Artur e Carlos Henrique.
Técnico: Cláudio Tencati

Local: Vila Capanema
Horário: 19h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)